Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Adriana Calcanhotto abre shows de Gilberto Gil na Europa: “É o meu ídolo”

Cantora participa de dezenove apresentações da turnê a partir do fim de setembro e assume seu lado de fã

Por Cleo Guimarães Atualizado em 17 set 2021, 11h06 - Publicado em 17 set 2021, 06h00

Serão no esquema “um banquinho e ­um violão” as dezenove participações de Adriana Calcanhotto na turnê de Gilberto Gil pela Europa, a partir do fim do mês. Ela vai abrir os shows, sozinha, para em seguida Gil subir ao palco acompanhado dos filhos Bem e José e dos netos João e Flor.

Aos 55 anos, Adriana cita o cantor como uma de suas grandes influências e não esconde a relação de fã com o baiano — o que a deixa meio “cerimoniosa” em sua presença. “Não consigo ficar totalmente à vontade. É o meu ídolo”, assume.

+ Para receber VEJA Rio em casa, clique aqui

Amiga de vários imortais da Academia Brasileira de Letras e dona de uma obra que sempre dialogou com a literatura, Calcanhotto, ao contrário de Gil, não cogita se candidatar a uma vaga na ABL. “Não me sinto atraída por uma coisa da qual a gente não sai com vida”, diz, com toda a sinceridade.

Continua após a publicidade
Publicidade