X4

Veja Rio:

Resenha por Jefferson Lessa

Quatro artistas interferem na arquitetura histórica do Solar Grandjean de Montigny, no câmpus da PUC. Fabio Scaglione, Maria Fernanda Lucena, Piti Tomé e Victor Mattina criaram trabalhos exclusivos para a coletiva, sob a curadoria de Efrain Almeida e Marcelo Campos, novo diretor da Casa França-Brasil — outro projeto carioca do arquiteto francês Grandjean de Montigny (1776-1850). Scaglione mostra um baixo¬relevo feito com peças de porcelana que se fundem às paredes do prédio. Maria Fernanda Lucena apresenta módulos de placas de acrílico, pedaços de portas e janelas que servem de suporte para pinturas. Piti Tomé traz uma instalação em que usa fotos antigas e objetos para criar uma narrativa sobre a passagem do tempo. Já Victor Mattina exibe retratos de corpo inteiro, divididos em dois grupos: de um lado, figuras sagradas; do outro, entusiastas das roupas de couro e do sadomasoquismo.

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.