Clique e assine por apenas 4,90/mês

Pelé — O Nascimento de uma Lenda

Tipos de Gêneros dramáticos: Cinebiografia
Veja Rio:

Resenha por Miguel Barbieri Jr

Pelé — O Nascimento de uma Lenda é uma produção americana, falada em inglês, mas com muitos atores daqui, inclusive os dois protagonistas que se revezam no papel de Edson Arantes do Nascimento. O “estrangeirismo” de uma história tão brasileira pode ser amenizado na cópia dublada em português (para a imprensa foi apresentada a versão original). É inegável que a infância e a adolescência de Pelé mereceriam uma biografia no cinema. Mas falta ao filme um olhar mais nacional e menos “para gringo ver”. A sensatez se faz presente no roteiro por não ir muito longe. Ele mostra a habilidade com a bola no pé do garoto mineiro criado em Bauru (papel de Leonardo Lima). Um drama pessoal, porém, o afasta dos gramados por um bom tempo até seu talento ser notado pelo olheiro Waldemar de Brito (Milton Gonçalves). Em 1956, Pelé (interpretado agora por Kevin de Paula, na foto) dá início à me­teó­rica trajetória no Santos, que o levou à Copa do Mundo de 1958, aos 17 anos. Direção: Jeffrey e Michael Zimbalist (Pelé: Birth of a Legend, EUA, 2016, 107min). 10 anos.

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

  1. Já deu, viva o novo.