Fayga Ostrower

Veja Rio:

Resenha por Renata Magalhães

O relacionamento vem de longe: Fayga Ostrower (1920-2001) sempre foi apaixonada pela arquitetura e pelos jardins da Chácara do Céu, a bela residência legada à cidade como museu pelo proprietário, o industrial e colecionador de arte Raymundo Ottoni de Castro Maya (1894-1968). Cores de Fayga, a nova mostra no espaço em Santa Teresa, celebra a obra da artista polonesa, radicada no Brasil, com a exibição de suas coloridas gravuras abstratas, criadas entre os anos 1940 e 1960, ao lado do rico acervo da Chácara. A exposição faz parte do projeto Encontro de Colecionadores e conta com curadoria de Anna Paolla Batista

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Tudo o que a cidade maravilhosa tem para te
oferecer.
Receba VEJA e VEJA RIO impressas e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.
Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique.

Assinando Veja você recebe mensalmente Veja Rio* e tem acesso ilimitado ao site e às edições digitais nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.
*Para assinantes da cidade de Rio de Janeiro

a partir de R$ 39,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.