Desobediência

Tipos de Gêneros dramáticos: Drama, Romance
Veja Rio
starsstarsstarsstarsstars

Resenha por Miguel Barbieri Jr

Desobediência é o primeiro trabalho em língua inglesa do diretor chileno Sebastián Lelio, vencedor do Oscar 2018 de filme estrangeiro por Uma Mulher Fantástica. A trama busca a polêmica por meio de um triângulo amoroso. Ronit (Rachel Weisz), fotógrafa que mora em Nova York, volta para Londres, após muitos anos, para o enterro do pai. Lá, reencontra duas pessoas importantes: o amigo Dovid (Alessandro Nivola) e Esti (Rachel McAdams), uma antiga paixão. Eles agora estão casados e Dovid vai assumir o posto de rabino na sinagoga. As mulheres, às escondidas, têm encontros calorosos. O israelense Pecados da Carne (2009) tinha quase o mesmo ponto de partida, só que com um par masculino. Esta versão feminina de um relacionamento homossexual numa comunidade judaica traz uma cena quente entre as atrizes, mas há pouca profundidade na abordagem. Com encaminhamento ameno e desfecho que prega a tolerância, o roteiro mira no ativismo, deixando de escanteio a triste realidade. Direção: Sebastián Lelio (Disobedience, Inglaterra/Irlanda/EUA, 2017, 114min). 14 anos.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s