Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

A Glória e a Graça

Tipos de Gêneros dramáticos: Drama
Veja Rio:

Resenha por Miguel Barbieri Jr.

Carolina Ferraz vive a transexual Glória em “A Glória e a Graça” Reprodução Internet/Divulgação

O mundo de Graça (Sandra Corveloni) desaba quando um diagnóstico fatal lhe dá pouco tempo de vida. Como ela não sabe o paradeiro dos pais de seus dois filhos, decide procurar o irmão, com quem brigou há quinze anos. Luis Carlos, porém, virou a travesti Glória, um papel que tira Carolina Ferraz da zona de conforto — e isso já é uma das qualidades de A Glória e a Graça. Reconciliação familiar, exposição de preconceitos e até bullying são alguns dos temas tratados, sem muita profundidade, mas com delicadeza e olhar sensível. Estreou em 30/3/2017.

    info
  • Direção: Flávio R. Tambellini
  • Duração: 93 minutos
  • Recomendação: 14 anos
  • País: Brasil
  • Ano: 2017
Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.