VINHO

Como combinar o vinho com o queijo

Conheça os tipos de rótulos indicados para cada variedade de queijo

Por: Daniela Pessoa - Atualizado em

Queijos de massa mole não-cozida, não prensada e casca lavada

Tipos: époisses, langres, livarot, maroilles, munster, pont l'evêque, serra da estrela

Características: gosto pronunciado, textura macia e aroma marcante, lembrando umidade

Vinhos: tintos encorpados das regiões da Alsácia e da Borgonha, e vinhos brancos como gewürztraminer (especialmente para o queijo munster)

 

Queijos de massa mole e casca com penugem branca

Tipos: brie, camembert, chaource, coulommiers, neufchâtel, saint marcellin

Características: macios, de sabor delicado, cheiro de mofo mais ou menos pronunciado.

Vinhos: tintos jovens e frutados, como os de Bordeaux

 

Queijos de massa prensada e cozida

Tipos: beaufort, comté, emmenthal, gruyère

Características: casca firme e massa lisa e consistente

Vinhos: tintos de caráter e boa acidez, como os do Vale do Loire e da Borgonha, e brancos frutados

 

Queijos de massa prensada não cozida

Tipos: port salut, reblochon, saint-nectaire, saint-paulin, tomme de savoie

Características: um pouco salgados, macios e secos na boca

Vinhos: tintos ligeiros, jovens e frutados, como um Beaujolais

 

Queijos azuis

Tipos: bleu de causses, bresse bleu, fourme d?ambert, gorgonzola, roquefort

Características: massa com estrias azuis, sabor forte e salgado, geralmente picante

Vinhos: brancos licorosos como o Sauternes e vinho do Porto tinto

 

Queijos de cabra

Tipos: banon, chabichou, crottin de chavignol, pouligny saint-pierre

Características: sabor característico, mais ou menos seco, um pouco salgado

Vinhos: brancos frescos e aromáticos e tintos das cidades francesas de Chinon e Saumur

 

Queijos fundidos

Tipos: cancoillote, la vache qui rit

Características: de sabor agradável, são preparados a partir de outros queijos

Vinhos: tintos leves

 

Queijos frescos

Tipos: brousse, fontainebleau, vache frais, minas frescal

Características: queijos moles, que se espalham com facilidade, e de sabor suave

Vinhos: tintos jovens frutados, como os da região da Provence

Com informações da Associação Brasileira de Sommeliers (ABS), filial do Rio de Janeiro.

Fonte: VEJA RIO