VIAGEM

Inverno de luzes

Escultura multimídia em exibição em Petrópolis encanta os visitantes do Palácio Quitandinha

Por: Louise Peres - Atualizado em

À primeira vista ela é apenas uma grande escultura de formas retangulares. Usada como base para um espetáculo de luzes, cores, imagens e texturas, ela tem surpreendido o público que visita o Palácio Quitandinha, em Petrópolis. Sobre a estrutura assimétrica e cúbica, são projetados animações, degradés fluorescentes, paisagens e grafismos, fragmentados sobre a forma original da obra com dez metros de altura e 6,5 metros de base. Ao seu redor, inúmeros pufes formam o lounge onde é possível sentar-se e contemplar um deslumbrante espetáculo tecnológico.

A escultura modoluz é um dos principais destaques do Festival SESC de Inverno, que até o fim do mês leva uma intensa programação cultural à cidade imperial, Teresópolis e Nova Friburgo.

Planejada para preencher o amplo salão da cúpula do palácio, onde funcionou o cassino, a escultura emite sons que, em sincronia com as projeções, exploram a acústica do lugar, cheio de curvas. "Projetamos a peça de acordo com as características arquitetônicas da sala e isso nos permitiu explorar ao máximo os recursos do local", explica Liana Brazil, designer com mestrado em Arte Interativa pela New York University e sócia da Super Uber, produtora pioneira nesse tipo de arte interativa no país.

 

A técnica aplicada no trabalho chama-se mapeamento de projeção: as imagens são feitas especialmente para as formas do volume em que serão projetadas. Todo o conteúdo artístico é criado utilizando-se um software que permite alinhar imagens sobre cada aresta da formas geométricas da escultura. "É como uma evolução da projeção tradicional", compara Liana, que além de ter feito o lançamento da marca dos Jogos Olímpicos Rio 2016, usou como cenário de suas projeções a Igreja Santa Rita, no Rio, e criou a instalação Beco das palavras, no Museu da Língua Portuguesa, em São Paulo. Para ver o último trabalho da produtora, visite o Palácio Quitandinha até 31 de julho, último dia do festival. Vale a pena conferir.

Festival SESC de Inverno. Palácio Quitandinha (Avenida Joaquim Rolla, 2, Petrópolis). Terça a sábado, das 10h às 18h. Domingos, das 10h às 17h. Até 31 de julho.

Confira a programação completa do festival.

Fonte: VEJA RIO