VIAGEM

Londres para cariocas

Prepare seu roteiro e divirta-se na terra da Rainha com as dicas de cinco cariocas ? de berço e de coração - que indicam os programas clássicos e as atrações obrigatórias para quem sai do Rio em direção a Londres

Por: Louise Peres - Atualizado em

Futuros anfitriões da maior competição esportiva do mundo, os cariocas já estão no clima olímpico quatro anos antes da tocha chegar ao Rio. Muita gente está de malas prontas para embarcar rumo a Londres e curtir, in loco, as emoções dos jogos olímpicos de 2012. Pensando nisso e para ajudar os viajantes a tornar essa ida à terra da Rainha uma experiência inesquecível, consultamos cinco cariocas especialistas na cidade. A pedido de VEJA RIO, eles dão dicas especiais para quem mora no Rio. As recomendações vão além dos museus imperdíveis, como a Tate Modern e a National Gallery, e de pontos turísticos como a Torre de Londres e o Big Ben. Na lista, há programas clássicos e descolados, de dia ou à noite, para quem quer comer bem ou passear até cansar entre uma competição e outra. Antes de carimbar o passaporte no Galeão, confira as atrações, prepare seu roteiro, pegue o mapa e divirta-se!

londres-dri-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Adriana Miller, blogueira

Londres é a segunda cidade preferida dessa carioca, que se mudou para a terra da Rainha há sete anos. Dona do blog de viagens Dry Everywhere, ela separou dicas quentes de uma local, com a cara de quem ama o Rio.

Queen's Walk

Toda parte sul do Rio Tâmisa tem uma "orla", um calçadão que vai beirando o rio desde a ponte Westminster (do lado oposto ao Big Ben) até a Tower Bridge, lá do outro lado da cidade. É ali que os londrinos vão se exercitar, passear com a família, curtir o sol ou almoçar no fim de semana. Tem um clima parecido com o nosso calçadão, mesmo! Por ali também se encontram alguns dos melhores pubs e restaurantes da cidade, com a vista do rio e parques por todos os lados.

Gabriel's Wharf

Um desses cantinhos charmosos do "calçadão" de Londres é justamente o Gabriel's Wharf, um antigo porto restaurado e transformado em point. As casinhas são todas antigas, com clima de balneário, canteiros floridos e mesinhas na calçada. Ali é possível encontrar lojinhas de artesanato, alugar bicicleta e degustar uma das melhores pizzas de Londres, na disputada Gourmet Pizza Company.

Hyde Park

Londres pode até ter uma orla digna, mas não tem praia. Então, nos dias de sol e nos meses de verão, os londrinos fogem para os parques. São muitos espalhados pela cidade, mas o Hyde Park é o maior e mais central, além de mais conhecido - e mais bonito, na minha opinião! É ali naqueles gramados que os londrinos vão pegar sol. No centro do parque, existe um lago enorme, o Serpentine, onde a maioria do pessoal se concentra, dando praticamente um clima de praia. Você pode até alugar cadeiras, guardassol, jogar futebol, correr, andar de patins...

hyde-park.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Carnaby Street

A Oxford Street é a rua de compras mais conhecida e movimentada de Londres, mas os descolados vão mesmo é para a Carnaby Street, a poucos quarteirões de distância. Ela é uma rua fechada para pedestres, com casinhas coloridas, bares e pubs descolados e as lojas e marcas mais legais da cidade. Praticamente uma Garcia D'Ávila!

Richmond's Park

Para quem é adepto de trilhas e caminhadas pela Floresta da Tijuca, a versão londrina é o Richmond's Park, na região oeste da cidade. Tecnicamente, é uma cidade separada, que faz parte da Grande Londres, mas é facilmente acessível de transporte público e é o local onde os londrinos gostam de ir pra ficar mais em contato com a natureza. O parque é enorme, com muitas trilhas a serem exploradas, e com sorte você vai até ver muitos animais silvestres típicos da Inglaterra, como raposas e veados.

James Street

Um outro cantinho muito carioca em Londres é o quadrilátero que cerca a James Street e o St Christopher Place, bem no centro, ali pertinho do burburinho de Oxford Street. São dois ou três quarteirões recheados de bares descolados e restaurantes do mundo todo. As mesinhas na calçada e os toldos coloridos dão um toque extra para a região, e você pode escolher qual culinária no mundo prefere. Dá para variar entre comida libanesa, tapas espanholas, hambúrguer americano, crepe francês e gelatto italiano. Tem para todos os gostos! A James está sempre cheia de gente bonita, chova ou faça sol, em qualquer hora do dia ou da noite. Para quem gosta de frequentar os barzinhos e restaurantes do Leblon, essa área é um prato cheio!

Westfield

Londres é conhecida principalmente por seu clima cinzento e chuvoso - mas nem sempre esse é o clima na cidade. Mas, caso o tempo feche, uma dica para os cariocas fugirem da chuva sem perder o que Londres tem de melhor é correr para os shoppings. São poucos (os Londrinos gostam mesmo é de lojas de rua), mas nos últimos anos dois gigantes foram inaugurados na cidade, um no extremo oeste e outro no leste. Ambos da rede Westfield, são shoppings enormes, modernos, onde você vai encontrar as melhores lojas e marcas do mundo inteiro, além de muitas filiais dos restaurantes mais populares da cidade. Para aproveitar sem se preocupar com o clima lá fora!

londres-bruno-maia.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Bruno Maia, empresárioSócio da agência 14, o carioca já foi incontáveis vezes a Londres. Hoje, tem um irmão morando na cidade - fato que usa como justificativa para estar sempre por lá. Veja o que ele recomenda

Hampstead Heath Park

Fica ao norte de Camden, subindo uma colina lindíssima. Muito usado pelos londrinos e destino pouco conhecido dos turistas, os cariocas vão adorar. Se for no verão, além de muito verde, é possível aproveitar vários lagos onde se pode mergulhar e ver uma das melhores vistas de Londres. Vê-se a cidade toda do alto com um horizonte espetacular. Perfeito para fazer um picnic.

Do-Shop

A Do-Shop é uma loja incrível de artigos para casa, feitos por designers contemporâneos muito bons, escondidinha em Covent Garden. São muitos artigos legais, e o melhor, não é super cara. Vale muito a pena chegar lá.

do-shop.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Cookie de chocolate e Beatles

Em St. Johns Wood, a loja Gail?s tem o melhor cookie de chocolate do mundo! Surreal. Aproveite a visita ao bairro para visitar a Abbey Road e sentir a atmosfera da região onde os Beatles circulavam. O cookie só não é tão conhecido quanto a banda, mas faz valer a visita. Fica na Circus Road.

st-johns-wood.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Galeria a céu aberto

O trecho da PortoBello Road entre Cambridge Gardens e Oxford Gardens tem algumas pequenas galerias que guardam pérolas da arte urbana londrina, de novos artistas, com peças incríveis. Sem falar que ali fica uma das obras de Banksy que ainda podemos ver nos muros de Londres.

Rich Mix

O Rich Mix, em Shoreditch, é um centro cultural que vale muito a pena visitar. A casa sempre tem uma programação caprichada, misturando alternativas de cinema, restaurantes, bares, exposições... Fica no coração deste que é o bairro que concentra o maior número de artistas contemporâneos em Londres.

Rich Mix. 35-47 Bethnal Green Road, City of London, London, Greater London E1 6LA, Reino Unido

Padaria à moda londrina

Perto do Rich Mix, fica a famosa Brick Lane. Para ir direto a algum ponto nessa rua cheia de atrações, uma dica de comida: na Beigel Bake estão alguns dos beigels mais famosos de Londres. Para os alternativos, a padaria é a que aparece no filme sobre a banda Libertines, mostrada como uma das favoritas dos caras.

Richmond Green

Para quem se animar a visitar o lindo Jardim Botânico de Kew Gardens, vale esticar até a Richmond Green, uma praça muito charmosa, onde também fica o Richmond Palace, antiga residência da família real. Hoje não tem mais nenhuma cara de palácio, mas o que vale mesmo é essa pracinha, raramente explorada por turistas.

londres-cristine-fernandes-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Christine Fernandes

Fã da cidade, a atriz foi a Londres no ano passado para conhecer as instalações dos jogos

Onde ficar

Gosto de me hospedar em Mayfair, e indicaria o Westbury, um hotel bem central. É uma região agradável, ótima para comer e melhor ainda para a terapia do shopping - ou só do olhar mesmo. Tem lojas incríveis, lugares transados e pequenas galerias.

Saint Pancras

Se tiver que ir a uma estação de trem, que seja Saint Pancras. E também a estação do EuroStar, onde fica uma opulenta escultura de bronze, de nove metros de comprimento. Belíssima, um casal se abraçando, chama- se The Meeting Place. Símbolo universal do encontro, numa estação imensa e linda, perfeito.

the-meeting-place.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Para admirar

Carioca gosta de apreciar vistas. Para quem tem resistência para filas - eu não tenho - a London Eye é uma ótima pedida. Nunca subi, mas é uma roda gigante de observação na cara do Big Ben, e o visual lá do alto é dos mais incríveis.

Fernando Frazão
(Foto: Redação Veja rio)

Fabio Battistella, chef No comando do MeZa Bar e do doiZ, o gourmet e sócio do albergue oZtel morou durante oito anos em Londres, onde revela ter provado a melhor comida indiana da sua vida - mesmo depois de ter ido à Índia! Veja as dicas gastronômicas e culturais de Battistella por lá.

Os gourmets vão gostar

O Borough Market é dica clássica, um mercado famoso, uma espécie de mercadão municipal. Para quem ama queijos, La Fromagerie é imperdível, fantástica. A loja tem um cheiro nojento - afinal, é muito queijo. Mas é bem legal, e concentra uma quantidade enorme de queijos variados, do mundo inteiro. Até de minas! Outra dica das boas fica na loja Harvey Nichols - superfamosa, caríssima. Mas, no último andar, há uma deli fantástica. Caro, mas, para quem aprecia gastronomia, vale a pena dar uma passada lá. O turista gourmet vai curtir.

Borough Market. Borough High St, London, Greater London SE1 9AH, Reino Unido.

La Fromagerie. 30 Highbury Park London, Greater London N5 2AA, Reino Unido

Harvey Nichols. 21 New Cathedral St Manchester, Lancashire M1 1AD, Reino Unido

O pub preferido

Em Londres, todo mundo tem o seu local pub. O meu é The Cumberland Arms, maravilhoso. É um gastropub que fica em West Kensington. Tem um chef de cozinha inglês de vanguarda, que faz versões muito bacanas - e olha que a culinária inglesa é bem difícil.

The Cumberland Arms. James Place Street Byker, Newcastle Upon Tyne NE6 1, Reino Unido

Para comer bem e barato

Brick Lane é uma zona da cidade muito legal pra sair pra comer. Comidas asiáticas, principalmente indianas, de Bombaim, restaurantes thai, especializados em curry, comidas do sul e do norte da índia, indiana vegetariana. Todos baratinhos, um pouco turístico, porque é aquela rua cheia de restaurantes. Também lá tem muitos bares pra sair à noite.

Parque secreto

Todo mundo vai indicar os dois parques mais famosos - Hyde Park e Regent Park, os óbvios. Mas logo acima do Regent Park, numa zona muito rica, onde inclusive no passado moravam gente como Kate Moss e Jude Law, há um parque pequeno e lindo: é o Primrose Hill, que tem uma vista panorâmica incrível de Londres. Dali, do alto de uma colina, você vê a cidade inteira.

Dali para o mundo

Londres é conhecida como a capital mundial da música. Mas, depois que a banda toca na Brixton Academy, ela ganha o mundo - é o mesmo que jogar no Maracanã. A casa de shows fica no Brixton, que é meio que o Bronx nova-iorquino. Lá tem uma nightlife bem diferente, fora do óbvio. É bacana ver um show e ficar nos bares e boates dali.

Brixton Academy. 211 Stockwell Road London, UK SW9 9SL, Reino Unido.

flavio-machado.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Flávio Machado, empresário

Ele é um dos sócios da SRCOM, empresa que ganhou a licitação para realizar as cerimônias oficiais da Olimpíada de 2016. Para se inspirar e preparar uma baita celebração no Rio, só este ano Machado já foi a Londres pelo menos sete vezes.

Drinques

Vale muito a pena experimentar uns drinks diferentes no Lounge Lover, uns dos bares mais cools do leste de Londres. Minha sugestão é um drinque chamado Punk Passion.

Lounge Lover. 1 Whitby Street, London, E1 6JU.

Para comer bem

Sugiro jantares em dois restaurantes bem diferentes um do outro: o Zuma, super badalado, de comida asiática, e o Gaucho, para quem gosta de carne.

zuma.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Zuma. 5 Raphael Street, Knightsbridge London, Greater London SW7 1DL, Reino Unido

Gaucho. Veja em www.gauchorestaurants.co.uk/

Arte imperdível

Um lugar indispensável para quem gosta de arte é a Somerset House, que tem sempre exposições super bacanas. Durante o período dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, inclusive, lá estará funcionando a Casa Brasil, com exposições sobre o país e o Rio de Janeiro, além de outras atrações.

somerset-house.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Compras no contêiner

O Boxpark, em Shoreditch, bairro descolado de Londres, é um shopping temporário montado em estruturas de contêineres super bem boladas. Reúne várias grifes bacanas e vale muito a visita.

Boxpark. 2-4 , Bethnal Green Rd London, Shoreditch E1 6GY, Reino Unido

Comida no galpão

O Bistrotheque é um restaurante também muito bacana e quase secreto no Leste de Londres. Funciona numa espécie de galpão e não tem fachada. Se não ficar atento, passa em frente e nem nota que tem algo ali. Outro restaurante bacana é o Les Trois Garçons. Decoração louca e muito interessante. Dos mesmos donos do Lounge Lover.

Bistrotheque. 23-27 Wadeson Street, London, E2 9DR.

Les Trois Garçons. 1 Club Row London, Greater London E1 6JX, Reino Unido

Fonte: VEJA RIO