TEATRO

Um clássico emplumado

O Patinho Feio, com música de John Neschling e texto de Maria Clara Machado, volta ao palco

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

Avaliação ✪✪✪

Guga Melgar/Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Autor de um punhado de clássicos da literatura infantil, o dinamarquês Hans Christian Andersen publicou

uma de suas mais conhecidas obras-primas em 1843. Alvo de incontáveis adaptações para o teatro, com variados graus de êxito, o conto O Patinho Feio ganhou duas versões memoráveis com texto da escritora Maria Clara Machado (1921-2001), em 1976 e 1984. A visão da história levada pela autora ao Tablado, teatro-escola fundado por ela há sessenta anos, volta ao circuito, agora no Teatro das Artes.

George Sauma, egresso do Tablado, encarna o filhote de cisne que corta um dobrado por ser chocado no ninho de uma pata ? a confusão, como se sabe, o leva a ser uma pioneira vítima de bullying. Das montagens anteriores, além do toque de Maria Clara, preservou-se a bela trilha sonora do maestro John Neschling, ex-regente da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (Osesp). Pena que os diretores Bernardo Jablonski e Fabiana Valor (ela também no papel da Mãe Pata) tenham optado por fazer os atores cantar sobre uma base de voz pré-gravada. Simples e belos, figurinos e cenário de Clívia Cohen chamam

a atenção das crianças pelas cores e dos adultos pelo capricho. O elenco interpreta inventivas coreografias

de Renato Vieira e tem rendimento correto. Entre os onze atores, Sauma sobressai exibindo gags físicas que divertem os pequenos.

O Patinho Feio (60min). Livre. Estreou em 11/6/2011. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Sábado e domingo, 17h. R$ 50,00. Bilheteria: 15h/20h (ter. a dom.). Cc: M. Cd: R. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 28 de agosto.

Fonte: VEJA RIO