TEATRO

Um Dia Qualquer

Atração no Espaço Sesc, a comédia confirma o talento da autora carioca Julia Spadaccini na condução de boas histórias

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪✪

Claudio Senra/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Aos 35 anos, a carioca Julia Spadaccini é uma dramaturga em ascensão. Recebeu duas indicações consecutivas ao Prêmio Shell ? uma em 2012, por Quebra Ossos, e a mais recente, divulgada no fim do mês passado, por Aos Domingos. Atração no Espaço Sesc, a comédia Um Dia Qualquer confirma, uma vez mais, o talento da autora na condução de boas histórias. Aqui, ela parte de uma situação prosaica: o encontro de quatro desconhecidos em um banco de praça. Os personagens é que não são exatamente banais. São eles, por ordem de chegada em cena, um advogado tentando se mostrar mais seguro do que é (Leandro Baumgratz), uma professora de inglês um tanto carente (Anna Sant?Ana), um ator amargurado que vive de animar festas infantis (Rogério Garcia) e uma enfermeira meio excêntrica (Dida Camero). De forma inesperada, todos se desarmam e vão dividindo suas inquietações. Nos diálogos, que guardam algo do teatro do absurdo, a dramática banalidade do ser humano emerge de forma muito bem-humorada, mérito em grande parte da direção de Alexandre Mello (parceiro de Julia em Quebra Ossos). No elenco, todos têm seus momentos de brilho individual, mas rendem ainda melhor em conjunto.

Espaço Sesc ? Teatro de Arena (240 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2548-1088. Quinta a sábado, 20h30; domingo, 18h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). Até domingo (28).

Fonte: VEJA RIO