TEATRO

Todos os Musicais de Chico Buarque em 90 Minutos

Nesta peça, não se trata simplesmente de contar a vida de Chico Buarque, mas de narrar uma história a partir das composições assinadas por ele

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪✪

Leo Aversa/Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Em meio a tantos espetáculos de viés biográfico dominando a cena musical, é muito bem-vinda a abordagem fora da caixa trazida por Charles Möeller e Claudio Botelho nesta emocionante ? e tecnicamente impecável ? montagem. Não se trata, aqui, de simplesmente contar a vida de Chico Buarque, como o nome da peça eventualmente poderia sugerir, mas de narrar uma história a partir das composições assinadas por ele. Usar canções que nada têm a ver umas com as outras, pinçadas de obras igualmente sem relação entre si, como fio condutor de um enredo criado do zero é tarefa muito mais complicada do que parece, mas que a dupla vence com galhardia. De forma difusa, quase onírica, sugerindo um fluxo de memórias, 47 músicas costuram a história de uma companhia teatral mambembe. Seu líder, vivido pelo próprio Botelho, vê a frágil harmonia do grupo ? além da união com

sua mulher, interpretada por Soraya Ravenle ? ser completamente desestabilizada pela chegada de uma bela jovem em busca de um lugar no meio artístico, papel de Malu Rodrigues. Davi Guilhermme, Estrela Blanco, Felipe Tavolaro, Lilian Valeska e Renata Celidônio completam o afinado elenco, todos com seus momentos de brilho individual. Há que destacar, porém, a excepcional Soraya, magnética em Não Sonho Mais (do filme República dos Assassinos), Lilian em interpretação arrebatadora de Funeral de um Lavrador (da peça Morte e Vida Severina) e Malu, confirmando sua condição de melhor jovem cantora de musicais do país toda vez que abre a boca para emitir uma nota (120min). 12 anos. Estreou em 9/1/2014.

Teatro Clara Nunes (499 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), 3º piso, Gávea, ☎ 2274-9696. → Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 80,00 a R$ 100,00. Bilheteria: a partir das 14h (qui. a dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até 27 de abril.

Acréscimos: o nome do musical é inspirado em uma famosa peça inglesa que reúne todas as obras de Shakespeare em 97 minutos, mas trata-se de uma brincadeira - na verdade, o espetáculo tem duas horas, e não os noventa minutos do título

Fonte: VEJA RIO