TEATRO

O que querem os homens

Estreante na direção, o ator Tuca Andrada conduz a comédia Por que Será que as Amamos Tanto?, no Candido Mendes

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

COTAÇÃO ✪✪✪

Robert Schwenck/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Há um aspecto inusitado em Por que Será que as Amamos Tanto?, comédia em cartaz no Teatro Candido Mendes. Escrito pelo argentino Daniel Datola, o texto apresenta dois amigos (vividos por Marco Miranda e Wesley Aguiar) em uma típica conversa de bar, discorrendo sobre os insondáveis hábitos das mulheres. A rigor, praticamente não há ação dramática. Tudo se resume à dupla enfileirando observações machistas, e por isso mesmo engraçadas, sobre um universo que lhes parece, ao mesmo tempo, irritante e irresistível. Como quase não há diferença entre os dois personagens, os diálogos poderiam ser transformados sem dificuldade em um texto de stand-up comedy. E, no entanto, a direção do estreante Tuca Andrada faz deste limão uma limonada e entrega pouco mais de uma hora de humor despretensioso, popular, sem ser grosseiro ou misógino. Miranda e Aguiar se entregam com gosto à proposta (75min). 16 anos. Estreou em 12/4/2013.

Teatro Candido Mendes (133 lugares). Rua Joana Angélica, 63, Ipanema, ☎ 2267-7295. Quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 40,00 (qui., sex. e dom.) e R$ 50,00 (sáb.). Bilheteria: a partir das 14h (qui. a dom.). TT. Até 30 de junho.

Fonte: VEJA RIO