TEATRO

Superação

Gianecchini estreia no Rio peça que interrompeu para se tratar de câncer

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

Joao Caldas/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Em julho de 2011, Reynaldo Gianecchini foi obrigado a interromper a temporada de Cruel, adaptação de Os Credores, clássico do sueco August Strindberg (1849-1912) que encenava em São Paulo havia apenas um mês. O motivo, como o país inteiro viria a saber pouco tempo depois, era um câncer raro no sistema linfático, que exigiria dedicação integral ao tratamento. Oito meses depois, já recuperado, o ator retomou a temporada, ainda na capital paulista, onde permaneceu até maio de 2012. O espetáculo estreia na sexta (17), no Teatro do Leblon. Sob a direção de Elias Andreato, o galã dá vida ao excêntrico e manipulador Gustavo. Ele é um dos vértices de um triângulo amoroso formado ainda por sua ex-mulher, a bela escritora Tekla (Maria Manoella), e o atual marido dela, o inseguro pintor Adolfo (Erik Marmo).

Fonte: VEJA RIO