TEATRO

Assim é, se lhe parece

O valor das aparências é questionado em Razões para Ser Bonita, peça do americano Neil LaBute

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

CaioGallucci/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Conhecido por sua visão ácida da natureza humana, o americano Neil LaBute dedicou uma trilogia ao tema das aparências. Depois de A Forma das Coisas e Gorda, ganha montagem no Brasil a comédia dramática Razões para Ser Bonita. Em cartaz no Teatro dos Quatro, com direção de João Fonseca, o espetáculo traz Ingrid Guimarães no papel de Steph. Em cena, a personagem entra em crise, e leva junto o relacionamento, quando descobre que o namorado, Greg (Gustavo Machado), conversando com um amigo, definiu o rosto dela como ?comum?. Em trama paralela, o cafajeste Leo (Marcelo Faria), melhor amigo de Greg, namora Carla (Aline Fanju), em dificuldades justamente por ser muito bonita.

Não se trata do melhor texto de LaBute, mas, outra vez, o autor toca em temas pertinentes ? agora, além de questionar o valor da beleza, aborda a preocupação excessiva com o que os outros pensam de nós. O cenário de Fernando Melo da Costa, às vezes poluído, não chega a ser um entrave à encenação. No elenco, Machado e Faria estão bem, mas a ala feminina sobressai. Ingrid se mostra desenvolta, entre o tom dramático e o registro cômico que a consagrou. Enternecedora, mesmo em um papel coadjuvante, Aline é grata surpresa.

Razões para Ser Bonita (100min). 14 anos. Estreou em 26/10/2012. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52 (Shopping da Gávea), 2º piso, Gávea, ☎ 2274-9895. → Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 70,00 (sexta e domingo); R$ 80,00 (sábado). Bilheteria: a partir das 15h (sex. a dom.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 23.

Fonte: VEJA RIO