TEATRO

Paixão nacional

Conto de Nelson Rodrigues, pontuado pelas inigualáveis citações do autor sobre futebol, ganha o palco do Teatro Sesi

Por: Rafael Teixeira

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Flávia Fafiães/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

Entre os muitos assuntos aos quais Nelson Rodrigues (1912-1980) dedicou sua prosa inimitável, dois sempre se destacaram: os vícios inconfessáveis da família carioca e o futebol. Atração no Teatro Sesi, a comédia À Sombra das Chuteiras Imortais reúne esses temas em uma adaptação, assinada pelo também diretor Henrique Tavares, do conto O Grande Dia de Otacílio e Odete. O enredo dificilmente poderia ser mais rodriguiano: na véspera da final da Copa de 1958, entre Brasil e Suécia, um marido pacato, mas desconfiado (vivido por Gláucio Gomes), descobre que é traído pela mulher (Ingrid Conte) com seu melhor amigo (Anderson Cunha), e resolve matá-la ? mas só depois do jogo. À narrativa são costuradas habilmente inesquecíveis frases de Nelson Rodrigues sobre futebol, a exemplo de ?a mais sórdida pelada é de uma complexidade shakespeariana?. Bem-acabada em seu despojamento, a montagem é favorecida pela boa direção e pelo elenco, que cuida de tornar invisíveis os limites entre a trama e as citações inseridas. Crica Rodrigues e César Amorim, este destacando-se em dois personagens coadjuvantes, completam o escrete (60min). 16 anos. Estreou em 3/4/2014.

Teatro Sesi (350 lugares). Avenida Graça Aranha, 1, Centro, ☎ 2563-4163. → Quinta a sábado, 19h30. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 12h (qui. a sáb.). TT. Até dia 24.

Fonte: VEJA RIO