A VIDA COMO ELA É

Nicette Bruno estrela Perdas e Ganhos

No monólogo, reflexões sobre amadurecimento e superação ganham relevo na interpretação da atriz, dirigida pela filha, Beth Goulart

Por: Rafael Teixeira

AVALIAÇÃO ✪✪✪     

Nicette Bruno
Nicette Bruno em cena: a atriz é dirigida pela filha, Beth Goulart (Foto: Lenise Pinheiro/Divulgação)

Baseado no livro homônimo da gaúcha Lya Luft, um best-seller que mescla ensaio e memórias, o monólogo Perdas e Ganhos é revestido de um significado especial na atuação cativante de Nicette Bruno. Após a morte do marido, Paulo Goulart (1933-2014), com quem viveu por nada menos que sessenta anos, é como se o texto, com suas reflexões sobre amadurecimento e superação, tivesse sido escrito para Nicette ou até por ela. Apesar disso, não seria preciso conhecer a vida pessoal da atriz para aproveitar o espetáculo, uma ode à vida, com seus ganhos e, não menos importantes, suas perdas. Filha de Nicette e Paulo, Beth Goulart assina a bem engendrada adaptação do texto — na qual se inserem três histórias pinçadas do livro de contos O Silêncio dos Amantes, também de Lya — e a delicada direção (60min). 12 anos. Estreou em 9/1/2015.

Teatro do Leblon — Sala Fernanda Montenegro (417 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. → Quinta, 18h; sexta e sábado, 21h; domingo 20h. R$ 70,00 (qui. e sex.) e R$ 80,00(sáb.e dom.). Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 20,00, preço único). Até 29 de março.     

+ Confira outras peças em cartaz na cidade

Fonte: VEJA RIO