TEATRO

Reação em cadeia

Drama de Tennessee Williams, Não sobre Rouxinóis registra a tensão na rotina de um presídio

Por: Carlos Henrique Braz - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪??

roteiro-teatro-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Um dos mais férteis escritores americanos do século XX, autor de Um Bonde Chamado Desejo e Gata em Teto de Zinco Quente, Tennessee Williams (1911-1983) tinha 27 anos e ainda assinava suas obras como Thomas Williams quando escreveu Não sobre Rouxinóis. Inédito no Brasil, e pouco encenado lá fora, o texto contundente ganhou montagem dirigida por João Falcão e Vinícius Arneiro, em cartaz no Theatro Net Rio. Notícias de jornal levaram o dramaturgo a criar a trama sobre a escalada de protestos em um presídio onde detentos convivem com comida de péssima qualidade e tortura.

Chama atenção, na caprichada montagem, o criativo cenário de Nello Marrese e Natália Lana: três ambientes são delimitados por paredes vazadas construídas com tubos e conexões para água quente. No elenco de doze integrantes, sobressaem Thelmo Fernandes (sr. Whalen, o tirano diretor da penitenciária), Eduardo Rieche (o dedo-duro Jim) e Bruno Ferrari (o interno Buth, líder de uma greve de fome). A iluminação de Dani Sanchez tem papel fundamental na encenação. Sempre rápida, a troca de ação entre celas, corredores e o escritório do diretor é definida pelo acender e apagar das luzes.

Não sobre Rouxinóis (110min). 16 anos. Estreou em 24/5/2012. Theatro Net Rio ? Sala Paulo Pontes (200 lugares). Rua Siqueira Campos, 143, 2º piso, Copacabana (Shopping dos Antiquários), ☎ 2147-8060, ? Siqueira Campos. → Segunda e de quinta a sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 60,00. Bilheteria: 10h/22h (seg. a dom.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IR. Estac. (Rua Figueiredo Magalhães, 598. R$ 10,00 a primeira hora, mais R$ 5,00 a fração). Até 2 de julho.

Fonte: VEJA RIO