TEATRO

A luta de um produtor

O produtor e também ator da peça Incêndios, Felipe de Carolis, se desdobrou para conseguir levar o texto aos palcos

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

Vitor Zorzal/ WB Produções/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

Uma das melhores peças de 2013, fenômeno de público, o drama Incêndios, do libanês Wajdi Mouawad, volta ao Teatro Poeira na sexta (4), depois de passar por Vitória, Porto Alegre e Belo Horizonte. Por trás de nomes consagrados como o diretor Aderbal Freire-Filho (vencedor do Prêmio Shell pelo trabalho) e a atriz Marieta Severo, protagonista do espetáculo, está o jovem produtor Felipe de Carolis, 24 anos. Intérprete do boxeador Simon, filho da personagem principal, ele é também o obstinado idealizador da montagem. Para conseguir comprar os direitos, ele garantiu ao autor já ter fechado as presenças de Aderbal e Marieta ? quando, na verdade, só entraria em contato com os dois após a aquisição do texto. "Foi uma atitude louca, mas valeu a pena. Quando vejo os dois do meu lado, penso que faria tudo de novo", diz.

Fonte: VEJA RIO