TEATRO

Cenas da vida masculina

Contos e a correspondência do escritor Caio Fernando Abreu inspiram o drama Homens, no Teatro do Jockey

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Tatiana Zanghi/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Dono de texto muito particular - fragmentado, divagante, intimista e poético -, Caio Fernando Abreu (1948-1996) representa um desafio em qualquer transposição para os palcos. Baseado em contos e na correspondência do autor gaúcho, Homens cumpre acertadamente essa missão. Delson Antunes assina a dramaturgia e a direção, comandando oito atores: Rômulo Estrela, Thiago Chagas, Dudu Salinas, Guilherme Prates, Hilton Vasconcellos, Kiko do Valle, Maurício Alves e Rogério Mendes emprestam substância e movimento à palavra do escritor. Para tratarem de questões ligadas ao universo masculino (incluindo o amor entre homens, tão presente na obra de Abreu), todos se multiplicam em personagens variados por cenas curtas, sem linearidade aparente, costuradas na totalidade do espetáculo. Isso pode causar certo estranhamento, mas faz todo o sentido quando se trata de Caio Fernando Abreu (80min). 16 anos. Estreou em 10/1/2014.

Teatro do Jockey (150 lugares). Rua Mario Ribeiro, 410, Gávea, ☎ 3114-1286. → Sexta a domingo, 21h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 15h (sex.); a partir das 14h (sáb. e dom.). Estac. (R$ 4,00 por uma hora, mais R$ 3,00 a fração). Até domingo (23).

Fonte: VEJA RIO