TEATRO

Um híbrido em cena

Sucessos de bilheteria no cinema, Se Eu Fosse Você e sua continuação inspiram musical embalado por canções de Rita Lee

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪

roteiro-teatro-01-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Pegue a história de uma franquia cinematográfica de sucesso, costure-a com hits de uma das cantoras mais famosas do país e sirva na forma de um badalado gênero teatral. Parece uma receita infalível, mas Se Eu Fosse Você, o Musical, atração no Teatro Oi Casa Grande, resulta menor do que a soma de suas partes. Escrito por Flávio Marinho a partir dos dois divertidos filmes sobre um casal que troca de corpo, estrelados por Tony Ramos e Glória Pires, o espetáculo é conduzido por canções de Rita Lee. Nesse casamento, viga-mestra da montagem dirigida e coreografada por Alonso Barros, reside o problema que desequilibra o conjunto: o encaixe entre trama e letras é invariavelmente forçado, como se somente dois ou três versos iniciais de cada canção tivessem de fato alguma relação com a cena. O elenco segura as pontas como pode, a começar por Claudia Netto, protagonista, ao lado de Nelson Freitas - este compensando o canto apenas regular com um ótimo tempo de comédia. No naipe feminino, destacam-se ainda Lua Blanco, Marya Bravo e Kacau Gomes cantando lindamente Ovelha Negra, Amor e Sexo e Mutante, respectivamente. No fim das contas, a trilha de Rita Lee acaba garantindo a diversão (150min, com intervalo). 12 anos. Estreou em 21/3/2014.

Teatro Oi Casa Grande (926 lugares). Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon, ☎ 2511-0800. → Quinta e sexta, 21h; sábado, 17h e 21h; domingo, 19h. R$ 40,00 a R$ 180,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). Cc: todos. Cd: todos. IC. Estac. no Shopping Leblon (R$ 4,00 por duas horas). Até 20 de julho.

Fonte: VEJA RIO