TEATRO

Enfim, um festival de peso

Evento Cena Brasil Internacional apresenta peças de nove companhias

Por: Carlos Henrique Braz - Atualizado em

tl-teatro-01.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Desde 2009, ano da última edição do Riocenacontemporânea, a cidade não abriga eventos teatrais de grande porte. Esse jejum tem data para terminar: a partir de sexta (1º), o estreante Cena Brasil Internacional apresenta espetáculos de nove companhias brasileiras e oito estrangeiras. A programação da primeira semana ocupa espaços do Centro Cultural Banco do Brasil.

O Boi

Exibido no Festival de Curitiba em 2011, o monólogo de Miguel Jorge é interpretado por Guido Campos Correa. A produção goiana aborda a relação de amizade entre o menino Zé Argemiro e o boi Dourado. Direção de Hugo Rodas (50min). 16 anos. CCBB ? Teatro III (97 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2007. Sexta (1º) e sábado (2), 18h. R$ 6,00.

Corpo-Lixo da Alma

Brasileira radicada em Londres, Beo da Silva apresenta a peça com levada de performance. No palco, combina poesia, vídeo, música e fotografia para provocar um diálogo com o espectador sobre o lixo produzido pela sociedade. Direção de Mauricio Carneiro (35min). 16 anos. CCBB ? Saguão (30 lugares). Sábado (2) e domingo (3), 20h. Grátis.

Hotel Methuselah

A projeção de imagens é fundamental no espetáculo da companhia inglesa Imitating The Dog. Na trama contemporânea sobre fantasmas, o elenco se movimenta atrás de uma tela de 6 metros de largura. O público vê apenas troncos e pernas: os rostos são capturados em vídeo e exibidos no telão. Direção de Pete Brooks (75min). 16 anos. CCBB ? Teatro I (175 lugares). Sexta (1º) e sábado (2), 21h. R$ 6,00.

Isso Te Interessa

Comédia da curitibana Companhia Brasileira de Teatro, é uma adaptação de Bon, Saint-Cloud, texto da dramaturga francesa Noëlle Renaude, inédita no Brasil. Nadja Naira, Ranieri Gonzalez, Rodrigo Ferrarini e Giovana Soar representam três gerações de uma família em sua rotina através do tempo. Direção de Márcio Abreu (50min). 18 anos. CCBB ? Teatro I (175 lugares). Domingo (3), 21h. R$ 6,00.

tl-teatro-02.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

A Pantera da Judeia

Monólogo com a atriz cubana Merida Urquia, da companhia colombiana Ensamblaje. Com referências a passagens bíblicas, ela interpreta uma personagem que conta a história de Zahir Sorai Alena: a jovem de 24 anos foi condenada à morte por apedrejamento no Iraque em 2006. Direção de Misael Torres (50min). 16 anos. CCBB ? Teatro III (97 lugares). Sexta (1º) e sábado (2), 21h. R$ 6,00.

Prometheus ? A Tragédia do Fogo

Vinda de São Paulo, a Cia. Teatro Balagan retrata o mito grego de Prometeu, defensor da humanidade que roubou o fogo de Zeus para entregá-lo aos mortais. Onze atores dão vida a acontecimentos na trajetória do titã, a exemplo da criação do homem, do roubo do fogo e da sua condenação à danação eterna. Direção de Maria Thaís (80min). 12 anos. CCBB ? Teatro III (97 lugares). Domingo (3), 21h. R$ 6,00.

Fonte: VEJA RIO