MOSTRA

Festival leva doze peças ao Dulcina até julho

Um Porto para Elizabeth abre a programação, nesta quarta (8). Ingressos custam 20 reais

Por: Rafael Teixeira

Um Porto para Elizabeth Bishop
Regina Braga em Um Porto para Elizabeth Bishop (Foto: João Caldas/Divulgação)

A partir de quarta (8), até o fim de julho, a Mostra de Teatro Panorama Petrobras Distribuidora de Cultura leva doze espetáculos ao Teatro Dulcina, na Cinelândia (Rua Alcindo Guanabara, 17, telefone 2240-4879). Os ingressos custam 20 reais.

Confira a programação completa:

ABRIL

UM PORTO PARA ELIZABETH BISHOP

Data: 8 e 9 de abril, 19h

Direção: José Possi Neto

Elenco: Regina Braga

Sinopse: A peça retrata os anos que a poeta, prêmio Pulitzer de Poesia de 1956, viveu no Brasil, nas décadas de 50 e 60, no Rio, em Petrópolis e em Ouro Preto.  “O que aparece na peça são os anos de sua convivência com Lota Macedo Soares, o grande amor de sua vida e sua relação afetiva mais duradoura. Foi por causa de Lota que ela ficou no Brasil, e foi nesses anos que ela produziu uma parte importante de sua obra”, explica Marta Góes, autora do espetáculo. 

Classificação: 14 anos

Duração: 70 minutos

NINGUÉM FALOU QUE SERIA FÁCIL

Data: 15 e 16 de abril, 19h

Direção: Alexandre Cassal e codireção Felipe Rocha

Elenco: Emanuel Aragão Renato Linhares e Stella Rabello

Sinopse: Relações em constante transformação. Um jogo de amarelinha para adultos. Um espetáculo ácido e afetuoso.  "Ninguém falou que seria fácil" mistura o cotidiano e o inusitado em uma estrutura fragmentada que inclui filmes franceses dos anos 70, dança contemporânea, dramas familiares, exercícios metalinguísticos e fábulas para crianças.

Classificação: 16 anos

Duração: 90 minutos

AUSÊNCIA     

Data: 24, 25 e 26 de abril, 19h

Direção: André Curti e Arthur Luanda Ribeiro

Elenco: Luiz Melo

Sinopse: Em uma Nova York decadente e arrasada pela radioatividade, pelo racionamento de energia elétrica e, sobretudo, pela falta de água, o protagonista vive confinado no último andar de um arranha-céu. Sua única companhia é um adorado peixe vermelho que vive em um aquário redondo.

Classificação: 14 anos

Duração: 60 minutos

MAIO

O MENINO TERESA (infanto-juvenil)    

Data: 2 e 3 de maio, 16h

Direção: Marcelo Romagnoli

Elenco: Claudia Missura e Tata Fernandes

Sinopse: A ideia de uma menina que decide, por uma tarde, virar um menino ganha um ar divertido no espetáculo. Como em uma brincadeira de caça ao tesouro, a heroína organiza uma expedição – no melhor estilo Indiana Jones – e segue para o quarto escuro e abandonado dos meninos. Com uma vela na mão e na outra um mapa, Teresa aparece em cena com suas dúvidas e certezas, seus pensamentos e suas atitudes sobre as questões dos gêneros.

Classificação: 5 anos

Duração: 50 minutos

DOMÉSTICAS

Data: 06, 07, 13 e 14 de maio, 19h

Direção: Bianca Byington

Elenco: Anna Sant'Ana, Alexandre Lino, Hossen Minussi, Ticiana Passos e Vilma Melo

Sinopse: O espetáculo fala dos medos, paixões, sonhos, frustrações e as peripécias de algumas empregadas domésticas, a partir de depoimentos coletados por todo o Brasil. Com um humor delicado, elas compartilham essas histórias, com um dinamismo particular de quem conta um "causo".

Classificação: 12 anos

Duração: 60 minutos

TROPEÇO

Data: de 20 a 24 de maio, 19h

Direção: Katiane Negrão e Dico Ferreira

Elenco: Katiane Negrão e Dico Ferreira

Sinopse: Tropeço quer dar vida ao simples. Sobre uma mesa, com baús e alguns pequenos objetos cria-se um mundo onde 2 atores manipuladores e suas mãos dão vida a 2 personagens: 2 velhas que moram juntas. Partindo da costumeira visão que temos da velhice mostra-se sua solidão e as pequenas ações rotineiras, porém cria-se um universo de sutileza e extravagância, poesia e comicidade em mãos que andam, dançam, bebem, respiram, riem e choram.

Classificação: 14 anos

Duração: 45 minutos

MISTÉRIO BUFFO       

Data: 30 e 31 de maio, 19h

Direção: Neyde Veneziano

Elenco: Domingos Montagner, Fernando Sampaio e Fernando Paz

Sinopse: Inspirada nos mistérios medievais e na narrativa dos jograis, a comédia apresenta uma visão crítica de temas atuais como a exploração do culto às celebridades e a ganância pelo dinheiro a partir do ponto de vista do povo. A montagem adapta a teatralidade do autor italiano Dario Fo à linguagem circense dos palhaços, explorada pelos atores há mais de 20 anos.

Classificação: 16 anos

Duração: 80 minutos

JUNHO

OBSESSÃO                  

Data: de 3 a 7 de junho, 19h

Direção: Henrique Tavares

Elenco: Ana Baird, Anderson Cunha, Carla Faour, Celso Taddei, Daniel Belmonte

Sinopse: O roteiro investiga, com muito humor, o universo feminino e amoroso, e fala de assuntos que afligem a todos, como as relações afetivas, sonhos, frustrações, realização profissional, maternidade, padrões de beleza, autoestima, casamento e solidão. O texto faz uso do narrador, recurso muito usado nos folhetins. Com olhar crítico e poético, aliado a um humor irônico, o narrador é o mestre de cerimônias que conduz o público pela saga dessas duas mulheres. A trama, contada de maneira original, subverte a ordem cronológica e tem um final surpreendente.

Classificação: 14 anos

Duração: 80 minutos

JULHO

GONZAGÃO, A LENDA

Data: de 1 a 5 de julho, 19h

Direção: João Falcão

Elenco: Marcelo Mimoso Larissa Luz Adrén Alves, Alfredo Del Penho, Eduardo Rios, Fabio Enriquez, Paulo de Melo, Renato Luciano e Ricca Barros.

Sinopse: É a biografia musicada da vida do Rei do Baião, Luiz Gonzaga (1912-1989) Com uma abordagem diferente da usual - "é a história de Luiz Gonzaga, mas não é Wikipédia", qualifica Falcão. O autor decidiu colocar em cena uma trupe teatral para contar o que batizou de “lenda do Rei Luiz”. O espetáculo conta com nove atores, que ficam alternando os papéis dos personagens, vivendo inclusive o Gonzagão.

Classificação: 12 anos

Duração: 120 minutos

AMOR CONFESSO

Data: de 8 a 9 de julho, 19h

Direção: Inez Viana

Elenco: Alexandre Dantas e Claudia Ventura

Sinopse: É uma comédia onde os atores dão vida a quase trinta personagens de oito contos de Arthur Azevedo que falam dos encontros e desencontros do amor. Através da linguagem narrativa, transitando entre a contação e a vivência da própria história, usando apenas duas cadeiras e sendo acompanhados por um pianista, eles transformam o palco em salas de entrevistas, bondes, camarins, casas de vizinhas, etc, estabelecendo uma relação direta com o espectador, transformando-o em um espectador ativo, cúmplice da cena.

Classificação: 10 anos

Duração: 80 minutos

O HOMEM QUE AMAVA CAIXAS (infanto-juvenil)

Data: 4, 5, 11 e 12 de julho, 16h

Direção: Gustavo Bicalho e Henrique Gonçalves

Elenco: Bruno Oliveira, Márcio Nascimento e Marise Nogueira

Sinopse: Em 1999, o escritor australiano Stephen Michael King escreveu "The Man Who Loved Boxes", um livro ilustrado, para crianças que trata do delicado relacionamento de um homem introvertido com seu filho. Sem nenhum diálogo, em uma tocante declaração de amor o livro demonstra como através de brincadeiras lúdicas e do silêncio, o pai e o filho conseguem demonstrar o amor que sentem um pelo outro.

Classificação: Livre

Duração: 45 minutos

OS MAMUTES

Data: 22, 23 e 24 de julho, 19h

Direção: Inez Viana

Elenco: Debora Lamm, Leonardo Bricio, Ricardo Souzedo, Iano Salomão, Zé Wendell, Junior Dantas, Luis Antonio Fortes, Juliane Bodini, Jefferson Schoroeder e Carolina Pismel. Músicos: Aline Gonçalves, Evelyne Garcia e Luis Barrueto.

Sinopse: Com humor ácido o espetáculo traça um paralelo com o espelho de Alice e fala da deformidade do ser humano diante de uma sociedade repressora e deficiente; do consumismo exacerbado; da alienação violenta de uma geração sem perspectiva e da precocidade infantil.

Classificação: 16 anos

Duração: 90 minutos

Fonte: VEJA RIO