TEATRO

Duas vezes Molière

Circuito traz uma peça do autor francês e outra sobre a sua vida

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

Alvaro Victor/Divulgação e Guga Melgar/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Um dos mestres da comédia satírica, o francês Molière (1622-1673) marca presença, de formas distintas, em montagens na cidade. Pelas mãos da Cia Limite 151 e com direção de Jacqueline Laurence, estreia na terça (12), no Teatro Maison de France, O Doente Imaginário (90min, 10 anos), um de seus textos mais conhecidos. Na história, Angélica (Janaína Prado), jovem hipocondríaca, apaixona-se por um rapaz, mas o pai (Élcio Romar), de olho nas consultas gratuitas, quer que ela se case com um médico. Em Molière ? A Liga dos Hipócritas (90min, 12 anos), do russo Mikhail Bulgakov, o dramaturgo é o personagem principal (vivido por Luiz Felipe Lucas). O drama retrata um importante período de sua vida através da relação dele com o patrono, o rei Luís XIV, e da reação que sua peça Tartufo provocou.

Fonte: VEJA RIO