TEATRO

Aprendendo a caminhar

Do Tamanho do Mundo, com Mateus Solano, parte de uma boa premissa, mas se perde em seu desenvolvimento

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪

Guga Melgar/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Arnaldo, um homem comum, acorda certo dia e percebe que não sabe mais como caminhar. A esse esquecimento vão se somando outros: ele quase vai trabalhar sem os sapatos e não lembra se gosta do seu emprego. Em cartaz no Espaço Tom Jobim, Do Tamanho do Mundo, primeiro texto da atriz Paula Braun (mulher de Mateus Solano, que faz o protagonista), parte de uma interessante premissa: é sempre possível escapar da rotina e recomeçar do zero. A ideia, no entanto, se perde em um desenvolvimento confuso, que parece buscar seus fundamentos no realismo fantástico, mas por vezes acaba soando apenas absurdo. Assim, algumas boas ideias do texto se diluem. Jefferson Miranda, na direção, não consegue solucionar essas inconsistências. O elenco (além de Solano, estão em cena Alcemar Vieira, Karine Teles e Isabel Cavalcanti), que enfrentou problemas com os microfones na sessão de estreia, ainda assim entrega boas atuações.

Espaço Tom Jobim ? Teatro (340 lugares). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎ 2274-7012. Sexta e sábado, 21h; domingo, 20h. R$ 50,00 (sex.) e R$ 60,00 (sáb. e dom.). Bilheteria: a partir das 14h (sex. a dom.). IC. Estac. grátis. Até 4 de agosto.

Fonte: VEJA RIO