TEATRO

Diálogos impossíveis

O novo trabalho da Cia. Físico de Teatro, em cartaz no Espaço Sesc, põe atleta às voltas com uma desconcertante entrevista

Por: Rafael Teixeira

AVALAIAÇÃO ✪✪✪

Renato Livera/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

Atleta jovem, mas dona de exitosa carreira, a judoca Fabrícia (Adassa Martins) é convidada a dar uma entrevista em um ­talk-show de um país estrangeiro. Duas dificuldades, porém, se apresentam. Uma é o idioma em que se dará a conversa, não entendido pela convidada, daí a presença da intérprete Penélope (Camila Gama). Outra, mais desconcertante, é a obstinação da apresentadora Natasha (Letícia Cannavale) em escarafunchar informações pessoais da entrevistada. Escrita por Maria Paula Leão (com colaboração de Sandro Pamponet), a comédia dramática da Cia. Físico de Teatro parte de uma questão específica de Fabrícia (que convém não revelar de antemão) para sugerir reflexões mais amplas, em última análise, sobre a dificuldade de comunicação. Tal descompasso é sublinhado na divisão da plateia em um grupo masculino e outro feminino, como que em confronto, além da projeção de legendas para as falas incompreensíveis de Natasha, nem sempre condizentes com o que Penélope traduz. Longe de uma concepção realista, a arrojada direção de Renato Livera pode causar estranheza a um público mais tradicional. Chama atenção a cena limpa - na qual sobressaem dois objetos, um aquário e um esqueleto -, em contraposição às atuações mais carregadas defendidas pelo elenco coeso. Adassa Martins é o destaque em cena (70min). 14 anos. Estreou em 7/6/2014.

Espaço Sesc - Teatro de Arena (240 lugares). Rua Domingos Ferreira, 160, Copacabana, ☎ 2548-1088. → Quinta a sábado, 20h30; domingo, 19h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). Até domingo (29).

Fonte: VEJA RIO