TEATRO

O autor e sua musa

Atração no Teatro Laura Alvim, Depois da Queda, de Arthur Miller, evoca a relação entre o dramaturgo e Marilyn Monroe

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪✪

Chico Lima/divulgaçã
(Foto: Redação Veja rio)

Autor de clássicos como A Morte do Caixeiro Viajante e As Bruxas de Salem, Arthur Miller também ficou conhecido por seu casamento de cinco anos com a atriz Marilyn Monroe. Essa relação é o ponto nevrálgico de Depois da Queda, drama de tintas autobiográficas cuja montagem, pela companhia Complexo Duplo, dirigida por Felipe Vidal, reestreou no Teatro Laura Alvim. Em cena, o alter ego do autor é o advogado Quentin (vivido com segurança por Lucas Gouvêa). Alternando-se entre narrador e personagem de sua própria história, ele promove um acerto de contas particular, passando em revista sua relação com amigos, família e mulheres. Episódios que remetem à vida de Miller, como a patrulha anticomunista presente nos Estados Unidos nos anos 50, são narrados no texto um tanto mais longo do que o desejável. Destaque absoluto da montagem, Simone Spoladore interpreta Maggie, telefonista avoada que vira cantora de sucesso e personalidade autodestrutiva ? equivalente de Marilyn na peça. Irrepreensível, ela dribla armadilhas inerentes a uma personagem não apenas real, mas icônica (180min). 16 anos. Reestreou em 9/8/2013.

Casa de Cultura Laura Alvim Teatro (145 lugares). Avenida Vieira Souto, 176, Ipanema, ☎ 2332-2016. Sexta e sábado, 20h; domingo, 19h. R$ 40,00. Bilheteria: a partir das 16h (sex.); a partir das 15h (sáb. e dom.). Até 1º de setembro.

Fonte: VEJA RIO