Nas asas da música

Constellation reúne canções clássicas dos anos 50

Remontagem de texto de 2004, espetáculo conta com dezesseis canções marcantes dos Anos Dourados, época em que se passa a trama

Por: Rafael Teixeira

avaliação ✪✪✪

constellation
Drayson Menezzes, Jullie e Marcio Louzada: elenco afinado (Foto: Cesar França / Divulgação)

Correm os glamourosos anos 50 e a jovem Regina Lúcia (a atriz Jullie, graciosa) fica sabendo do concurso da Rádio Nacional: o vencedor ganhará uma viagem a Nova York em uma moderna aeronave. Sonhadora, ela deseja conhecer o mundo bem além do apartamento em Copacabana que divide com a mãe separada (Lovie Elizabeth) e, portanto, se candidata. Escrito por Cláudio Magnavita a partir de um episódio real — em 1955, a Varig comprou quatro aviões que passaram a voar até a Big Apple —, o texto de Constellation ganhou o palco pela primeira vez em 2004. Jarbas Homem de Mello, ator naquela encenação, agora assume a direção da montagem, produzida com apuro. Assumidamente ingênua, a trama, cheia de referências à década de 50, serve a um roteiro de dezesseis canções americanas clássicas da época. Estão lá, entre outras, Blue Moon, Unchained Melody e Surfin’ USA, defendidas com graça e afinação pelo elenco, completado por Andrea Veiga, Cleiton Morais, Daniel Cabral, Drayson Menezzes, Franco Kuster, Marcio Louzada e Ugo Capelli (120min, com intervalo). 14 anos. Estreou em 13/11/2014.

Teatro Vannucci (400 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, Gávea, 3º piso (Shopping da Gávea), ☎ 2274-7246. → Quinta a sábado, 21h30; domingo, 20h30. R$ 80,00 a R$ 100,00. Bilheteria: a partir das 14h (qui. a dom.). IC. Estac. (R$ 14,00 até duas horas). Até o dia 25.

Fonte: VEJA RIO