TEATRO

Conflitos em família

Pedro Neschling, autor, diretor e estrela do drama Como Nossos Pais, rende melhor nas duas últimas funções

Por: Rafael Teixeira - Atualizado em

AVALIAÇÃO ✪✪

Pedro Curi/Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Mais conhecido por seus papéis na televisão, o ator Pedro Neschling tem se dedicado com afinco também ao teatro, inclusive como autor e diretor. No drama Como Nossos Pais, atração no Centro Cultural Justiça Federal, ele acumula as três funções pela primeira vez. Em cena, interpreta Luiz Eduardo, jovem de família rica, mas carente de afeto do pai, o empresário Ivan (Isio Ghelman). Protocolar, o convívio dos dois desanda quando reaparece Rômulo (Fabrício Santiago), filho de uma empregada da família, a quem Ivan decide ajudar. Essa situação irrita Luiz Eduardo e cria um conflito entre ele e sua namorada, Cléo (Vitória Frate). O bom ritmo imposto pela direção de Neschling esbarra na previsibilidade da trama, recheada de personagens estereotipados ? o jovem que tem tudo menos amor, o milionário insensível enternecido com a idade, o rapaz humilde tentando se redimir dos erros do passado, a patricinha que se revela mais do que um belo corpo. O elenco mostra sintonia, mas sem brilhos indivi­duais.

Centro Cultural Justiça Federal (142 lugares). Avenida Rio Branco, 241, Centro, ☎ 3261-2550, ? Cinelândia. Sexta a domingo, 19h. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 16h (sex. a dom.). Até dia 21.

Fonte: VEJA RIO