TEATRO

Antes do primeiro título

História de Nelson Rodrigues passada na véspera da final da Copa de 1958 volta ao circuito, agora no Gláucio Gill

Por: Rafael Teixeira

Flávia Fafiães/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

Atração no Teatro Sesi, no Centro, entre abril e maio, a comédia ✪✪✪ À Sombra das Chuteiras Imortais aproveita o clima de Copa do Mundo e reestreia no sábado (28), no Teatro Gláucio Gill. Também diretor, Henrique Tavares assina esta adaptação da obra de Nelson Rodrigues (1912-1980), uma reunião de duas de suas obsessões: os vícios familiares e o futebol. A trama é baseada em O Grande Dia de Otacílio e Odete, crônica esportiva em forma de conto escrita pelo jornalista e dramaturgo. Na história, um marido pacato (vivido por Gláucio Gomes) descobre que é traído pela mulher (Ingrid Conte) com seu melhor amigo (Anderson Cunha) na véspera da final da Copa de 1958, entre Brasil e Suécia. À trama são costuradas pérolas de Nelson sobre futebol, como "a mais sórdida pelada é de uma complexidade shakespeariana". Crica Rodrigues e César Amorim completam o elenco (60min). 16 anos.

Teatro Gláucio Gill (102 lugares). Praça Cardeal Arcoverde, s/nº, Copacabana, ☎ 2332-7904, ? Cardeal Arcoverde. Quinta a segunda, 20h. Não haverá sessão em dias de jogos do Brasil na Copa do Mundo. R$ 30,00. Bilheteria: a partir das 16h (qui. a seg.). Até 13 de julho. Reestreia prometida para sábado (28).

Fonte: VEJA RIO