SHOWS

Zezé Motta

Atriz e cantora explora os repertórios de Luiz Melodia e Jards Macalé, compositores que interpreta desde a década de 70

Por: Thayz Guimarães

Eden Barbosa/Deliberarte Films/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

A longa carreira no teatro, na TV e no cinema - ela é sempre lembrada como a protagonista de Xica da Silva (1976), filme de Cacá Diegues - ofusca sua trajetória de cantora, mas não devia. Em 1971, apenas quatro anos depois de debutar como atriz na histórica montagem de Roda-Viva, Zezé Motta começou a soltar a voz em casas noturnas de São Paulo. Sua trajetória musical já rendeu oito discos, entre eles o precioso registro do Quarteto Negro (1987), formado por ela, Paulo Moura, Djalma Corrêa e Jorge Degas. O mais recente, Negra Melodia, de 2011, abastece a apresentação que acontece na segunda (16), no Theatro Net Rio. No álbum, Zezé explora os repertórios de Luiz Melodia (Magrelinha, Estácio Holly Estácio) e Jards Macalé (Sem Essa, Pano pra Manga), compositores que interpreta desde a década de 70. Sucessos anteriores em sua voz, Senhora Liberdade, Muito Prazer, Zezé e Crioula também estão na lista. A voz firme e afinada da artista, a caminho dos 70 anos (o aniversário cai no próximo dia 27), será realçada ao vivo pelo acompanhamento de apenas três músicos: João Bani (percussão) e os violonistas Pedro Braga e Zeppa Souza.

Theatro Net Rio - Sala Tereza Rachel (622 lugares). Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), sobreloja, ☎ 2147-8060 e 2148-8060. Segunda (16), 21h. R$ 60,00 (balcão) e R$ 80,00 (plateia e frisas). Bilheteria: a partir das 10h (seg.). IR. www.theatronetrio.com.br.

Curiosidade: Zezé uniu os dois talentos, o dramático e o musical, ao dublar a vilã Ursula e cantar na animação A Pequena Sereia (1989)

Fonte: VEJA RIO