SHOWS

Som dos pampas

Em novo trabalho, Continente, Yamandu Costa celebra a música de seu estado de origem, o Rio Grande do Sul

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

Claudio Gadotti/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Prodígio do violão, Yamandu Costa despontou nas rodas de choro da Lapa e já tocou na Europa, como solista em concertos regidos pelo maestro alemão Kurt Masur. Na preparação de seu novo disco, o recém-lançado Continente, voltou às origens. Ao lado dos conterrâneos Guto Wirtti (baixolão) e Arthur Bonilla (violão de sete cordas), revisitou a tradição musical gaúcha para gravar as doze faixas do CD. Depois do estúdio, o trio volta a se reunir na terça (27), no Theatro Net Rio. No nome do álbum, Yamandu presta homenagem ao escritor Érico Veríssimo (1905-1975) ? O Continente é o primeiro volume da consagrada trilogia O Tempo e o Vento, saga ambientada no Rio Grande do Sul. Totalmente dedicado ao disco, o repertório traz, entre outras composições, Chamamer, Peleia de Guitarras e Fronteiriço. 12 anos.

Theatro Net Rio ? Sala Thereza Rachel (704 lugares). Rua Siqueira Campos, 143 (Shopping dos Antiquários), sobreloja, ☎ 2147-8060 e 2148-8060. Terça (27), 21h. R$ 80,00 (balcão) e R$ 110,00 (frisa). Bilheteria: 10h/22h (seg.); a partir das 10h (ter.). IR. www.theatronetrio.com.br.

Fonte: VEJA RIO