SHOWS

Do Theatro Municipal à Lapa

Depois de gravar o DVD Beijo Bandido no templo da música clássica, Ney Matogrosso estreia no Circo Voador

Por: Rafael Sento Sé - Atualizado em

Fabricio Mota
(Foto: Redação Veja rio)

Atrações do funk, do indie rock e de outros gêneros identificados com o público na faixa dos 20 e 30 anos dominam a programação da casa. Na sexta (8), o Circo Voador abre espaço para um enérgico senhor de 69 anos. Pela primeira vez no palco da Lapa, Ney Matogrosso vai defender o repertório da turnê Beijo Bandido, em cartaz desde 2009. Exemplo de vigor físico, com enxutos 62 quilos em 1,70 metro de altura, o cantor já passou das 100 apresentações do espetáculo, uma delas para a gravação do DVD, no Theatro Municipal, e as duas últimas em Portugal, na semana passada. Ele delicia o público com interpretações arrebatadoras de compositores da nova geração, além de pérolas dos anos 50. Mesmo nas antigas Tango para Teresa (Evaldo Gouveia e Jair Amorim) e De Cigarro em Cigarro (Luiz Bonfá), Ney esbanja modernidade. "Algumas pessoas pensavam que meu prazo de validade já tinha vencido, mas, desde o disco em homenagem ao Cartola, de 2002, vejo que meu público tem se renovado", conta.

Acompanhado por Leandro Braga (piano), Lui Coimbra (cello e violão), Alexandre Casado (violino e bandolim) e Felipe Roseno (percussão), ele se transforma ao longo da noite. De terno Ocimar Versolato, o senhor comportado, que enche o peito para cantar Fascinação, sucesso na voz de Elis Regina, vai relaxando até chegar a Incinero. A caliente música de Zé Paulo Becker e Mauro Aguiar é a desculpa para tirar a gravata, desabotoar a camisa e requebrar no melhor estilo Secos & Molhados. Invento, de Vitor Rammil, é a única inédita prevista.

Ney Matogrosso. 18 anos. Circo Voador. Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. → Sexta (8), 23h. R$ 80,00. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); a partir das 12h (sex.). IC. www.circovoador.com.br.

Fonte: VEJA RIO