SHOWS

Um show com o pé no passado

Teresa Cristina presta homenagem ao mestre Candeia que a inspirou na primeira vez em que subiu a um palco para se apresentar

Por: Rafael Cavalieri

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Vendedora, secretária, manicure. Essas foram algumas das profissões exercidas pela menina nascida em Bonsucesso e criada na Vila da Penha que, nas horas vagas, costumava participar das rodas de samba na casa da pastora portelense Tia Surica. Dona de voz pequena, doce e afinada, ela foi incentivada a tentar a sorte no palco por craques como Monarco. No primeiro show, em 1999, no bar Semente, recorreu ao repertório de Candeia (1935-1978) e estourou: tornou-se o rosto mais conhecido da efervescência musical da Lapa e, definitivamente, uma cantora. Na quinta (17), no Espaço Tom Jobim, Teresa Cristina volta às origens e celebra, mais uma vez, o bamba que interpretou em sua apresentação de estreia. "Foi conhecendo e pesquisando a obra do Candeia que me animei a subir em um palco. Ele me fez sambista e nunca me esquecerei disso", diz a intérprete. Do vasto repertório do homenageado, serão lembrados ao vivo clássicos como Anjo Moreno, consagrado na voz de Clara Nunes, e temas capazes de animar qualquer terreiro, a exemplo de Vem pra Portela, Samba na Tendinha, Já Clareou, O Mar Serenou e Testamento de Partideiro. Teresa será acompanhada por um time de músicos de primeira linha: Paulão 7 Cordas (direção musical e violão de sete cordas), João Callado (cavaquinho), Bernardo Dantas (violão), Alex Caldi (sopros), Bruno Barreto (pandeiro), Trambique (surdo), Rodrigo de Jesus e Jaguará da Mangueira (percussão), além do coro das pastoras Deli, Lazir e Luisa, integrantes do Jongo da Serrinha.

Espaço Tom Jobim (378 lugares). Rua Jardim Botânico, 1008, Jardim Botânico, ☎ 2274-7012. Quinta (17), 21h. R$ 50,00. Bilheteria: 14h/17h (ter. e qua.); a partir das 14h (qui.). IC. www.ingresso.com.

Fonte: VEJA RIO