SHOWS

Sarah Chang

Talento precoce, a violinista americana se apresenta no Theatro Municipal

Por: Lais Botelho

Colin-Bell/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

Talento precoce, a instrumentista americana é hoje, aos 33 anos, uma das estrelas internacionais do violino, ao lado de nomes como a japonesa Midori e o americano Joshua Bell. Munida de seu Guarneri del Gesù, uma preciosidade de 1717, ela se apresenta na quarta (4), no Theatro Municipal, acompanhada do pianista americano Julio Elizalde. A dupla vai interpretar composições dos italianos Niccolò Paganini (Cantabile em Ré Maior, Op. 17) e Tomaso Antonio Vitali (Chacona em Sol Menor), além de um sucesso popular do maestro Leonard Bernstein (a suíte de West Side Story) e uma peça do russo Sergei Prokofiev (Sonata Nº 2 para Violino e Piano em Ré Maior, Op. 94). Filha de coreanos nascida na Filadélfia, Sarah Chang, aos 8 anos, estreou na Filarmônica de Nova York e deixou de queixo caído os prestigiados maestros Zubin Mehta e Riccardo Muti. Aos 10, gravou seu primeiro disco. Duas décadas depois, conquistou os principais prêmios da música erudita. Tamanha desenvoltura a levou a firmar parceria com regentes, pianistas e formações de renome, como a Sinfônica de Londres, a Orquestra da Filadélfia e a Orquestra Nacional da França. Considerada "perfeita" pelo célebre violinista Yehudi Menuhin (1916-1999), a graciosa artista também foi a personalidade mais jovem a ingressar no Hall da Fama do Hollywood Bowl.

Theatro Municipal (2?244 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, ? Cinelândia. Quarta (4), 20h30. R$ 50,00 (galeria, filas H a K) a R$ 420,00 (plateia e balcão nobre). Bilheteria: 10h/18h (seg. e ter.); a partir das 10h (qua.).

Fonte: VEJA RIO