SHOWS

Para sacudir a cabeleira

Expoente do paradoxal death metal melódico, o quinteto sueco Amon Amarth se apresenta no Circo Voador

Por: Rafael Cavalieri

JOHN McMURTRIE/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

A previsão para a sexta (16) é de grande concentração de sujeitos cabeludos e vestidos de preto no Circo Voador. No palco não vai ser muito diferente: a atração na casa da Lapa é o quinteto sueco Amon Amarth, idolatrado por seus serviços prestados ao death metal. Johan Hegg (voz), Ted Lundström (baixo), Johan Söderberg, Olavi Mikkonen (guitarras) e Fredrik Andersson (bateria) tocam juntos desde 1999. O grupo surgiu um ano antes, batizado como Skum. Em 1992, foi adotado o nome atual, inspirado na trilogia Senhor dos Anéis, de J.R.R. Tolkien ? trata-se da montanha da perdição em sindarin, língua dos elfos criada pelo escritor. Em inglês mesmo, Hegg vocifera as letras das canções, acompanhado por guitarras épicas e pela bateria de Andersson, que parece ter oito braços (todos muito velozes). Nesta nova visita ao Brasil, a banda defende as faixas de seu nono CD, Deceiver of the Gods, lançado no ano passado, considerado por seus autores o mais agressivo e dinâmico da carreira do conjunto. Ao vivo, estão garantidos os sucessos Twilight of the Thunder God, The Pursuit of Vikings e Guardians of Asgaard. A abertura da noite fica aos cuidados dos cariocas da Tamuya Thrash Tribe. 16 anos.

Circo Voador (2?000 lugares). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. Sexta (16), a partir das 22h. R$ 200,00. Desconto de 50% com a apresentação do e-flyer ou 1 quilo de alimento não perecível. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); a partir das 12h (sex.). IC. www.circovoador.com.br.

Fonte: VEJA RIO