SHOWS

Após hiato, Pitty volta ao palco do Circo Voador

Rockeira retoma papel de band leader da sua banda em turnê de lançamento do álbum Setevidas

Por: Rafael Cavalieri

Arquivo Pessoal
(Foto: Redação Veja rio)

Após dividir o projeto Agridoce com seu guitarrista, Martin Mendonça, por três anos, Priscilla Leone, a Pitty, retoma o papel de band leader em grande estilo. Ela fez as pazes com o rock, como mostram as letras e os arranjos pesados do novo disco, Setevidas, seu primeiro trabalho de inéditas desde Chiaroscuro (2009). Antes, no tempo que dedicou à carreira paralela, também enfrentou turbulências. Peu, seu primeiro guitarrista, se suicidou. Lou Reed, uma de suas grandes referências, morreu. Joe Gomes, baixista desde o início da banda, entrou na Justiça trabalhista e rompeu a amizade de longa data - foi substituído por Guilherme Almeida, no trio que se completa com Martin e Duda Machado (bateria). Essa série histórica de infortúnios, da qual ainda faz parte uma internação da cantora e compositora baiana no ano passado, foi exorcizada, no álbum mais recente, em faixas como a do título, sobre a incômoda presença da morte, e Boca Aberta, que lista tentativas vazias de preencher a vida. Hits antigos do porte de Equalize, Me Adora e Máscara, este o seu primeiro sucesso, também fazem parte do repertório.

Circo Voador (2?000 lugares). Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. Sexta (15) e sábado (16), a partir das 22h. R$ 100,00 (segundo lote). Desconto de 50% com a apresentação do e-flyer ou 1 quilo de alimento não perecível. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); a partir das 12h (sex.); a partir das 14h (sáb.). IC. www.circovoador.com.br.

Peso garantido: produzido por Rafael Ramos, Setevidas foi gravado ao vivo, no estúdio, com todos os instrumentistas tocando juntos

Fonte: VEJA RIO