SHOWS

Paulo Szot e OSB

Primeiro brasileiro a vencer um Tony, o Oscar da Broadway, o barítono paulista se apresenta no Theatro Municipal no sábado (27)

Por: Lais Botelho - Atualizado em

Gilberto Tadday/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Primeiro brasileiro a vencer um Tony, o Oscar da Broadway ? por sua atuação no musical South Pacific, em 2008 ?, o barítono paulista é uma estrela internacional. Contratado pelo Metropolitan House, tem a agenda ocupada por compromissos na casa nova-iorquina, entre outros palcos de prestígio, a exemplo do Teatro alla Scalla de Milão, onde esteve neste ano. No Rio, ele faz aquela que é anunciada como a sua única apresentação no país em 2013. Ao lado da OSB, sob a regência do maestro titular Roberto Minczuk, Szot, 44 anos, vai interpretar o ciclo de canções Rückert Lieder, de Gustav Mahler, um de seus compositores favoritos, e O, du Mein Holder Abendstern, ária da ópera Tannhäuser, de Wagner. Completam o programa Sinfonia nº 1, Blumine, de Mahler, e Sinfonia em Dó Maior, de Wagner.

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (2?244 lugares). Praça Marechal Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, ? Cinelândia. Sábado (27), 16h. R$ 20,00 (galeria) a R$ 140,00 (balcão nobre). Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 10h (sáb.).

Coisas da vida: Szot era um jovem e dedicado bailarino quando, aos 20 anos, sofreu a contusão que o afastou das sapatilhas, mas não dos palcos

Fonte: VEJA RIO