SHOWS

Orquestra de Câmara Franz Liszt

De volta à cidade, onde não se apresenta desde 1996, a orquestra húngara se apresenta no Theatro Municipal

Por: Bruna Talarico - Atualizado em

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

De volta à cidade, onde não se apresenta desde 1996, a orquestra húngara formada por dezesseis instrumentos de cordas divide o palco com um solista de peso: o franco-suíço Emmanuel Pahud, flautista principal da Filarmônica de Berlim. Com discografia de mais de 200 títulos, o conjunto ostenta repertório abrangente, que se reflete no programa escolhido. Sob o comando do violinista János Rolla, também spalla do ensemble desde a sua criação, em 1963, serão interpretadas, entre outras composições, o Concerto de Brandenburgo Nº 3, de Bach, o Concerto para Flauta em Fá Maior, RV 433, de Vivaldi, e Divertimento em Fá Maior, KV 138, de Mozart.

Theatro Municipal (2?237 lugares). Praça Floriano, s/nº, Centro, ☎ 2332-9191, ? Cinelândia. Sábado (25), 20h30. R$ 90,00 (galeria) a R$ 400,00 (plateia e balcão nobre). Bilheteria: 10h/18h (seg. a sex.); a partir das 10h (sáb.).

Fonte: VEJA RIO