O presente é retrô

Marjorie Estiano lança o terceiro álbum, com sonoridade vintage

Após hiato de sete anos, atriz retoma a carreira de cantora com apresentação no Miranda

Por: Rafael Cavalieri - Atualizado em

Marjorie Estiano
(Foto: Marcio Simnch)

Em 2004, Marjorie Estiano foi alçada à fama na pele de Natasha, vilã da novelinha Malhação. Na esteira do sucesso da personagem, vocalista da fictícia Vagabanda, a moça lançou dois álbuns: um batizado apenas com o próprio nome, em 2005, e Flores, Amores e Blablablá, gravado dois anos depois. Desde então, lá se vai um hiato de sete anos sem trabalhos musicais inéditos. O longo intervalo trouxe amadurecimento, refletido em Oito, seu novo disco, cujo lançamento acontece na sexta (24), na Miranda. Das onze faixas, oito são composições de Marjorie. O nome do disco, porém, não tem nenhuma relação com o fato — segundo ela, a escolha se deu porque o numeral tem o mesmo desenho do símbolo do infinito. Como se antevê no clima das fotos de divulgação, a sonoridade tem um ar retrô, perceptível em canções como Por Inteiro e Donde Estás e na regravação da marchinha Taí, eternizada por Carmen Miranda na década de 30. 16 anos.  

Miranda (225 lugares). Avenida Borges de Medeiros, 1424 (2º piso), Lagoa, ☎ 2239-0305. Sexta (24), 21h30. R$ 40,00 a R$ 80,00. Bilheteria: 12h/19h(ter. e qua.); 12h/23h (qui.); a partir das 12h (sex.).IC. www.mirandabrasil.com.br.

Fonte: VEJA RIO