SHOWS

Presente de glória

Expoente da velha-guarda, Monarco mescla o repertório de inéditas do novo CD aos velhos hinos que todos sabem de cor

Por: Rafael Cavalieri

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Baú recheado. É assim que Monarco se refere ao arsenal de canções que fez ao longo da vida e ficaram perdidas no tempo, armazenadas em casa ou na memória. Para celebrar seus 80 anos, completados em agosto de 2013, ele mergulhou nesse acervo e pinçou treze pepitas, compiladas no CD Passado de Glória, que ganha lançamento na quinta (24), no Imperator. Com a ajuda do sambista e pesquisador paulistano Tuco Pellegrino, o presidente de honra da Portela selecionou pérolas como Poeta Apaixonado, uma parceria póstuma com Mário Lago (1911-2002), ator e poeta que ele conheceu ainda jovem, mas com quem nunca teve a oportunidade de compor. Três temas são assinados com o filho, o cavaquinista Mauro Diniz, que o acompanha no palco: Insensata e Rude, A Grande Vitória e Horas de Meditação. Outra inédita é Pobre Passarinho, que fez com Ratinho, sambista dos bons, morto em 2010. Os admiradores dos velhos sucessos podem ficar tranquilos. Sempre ao lado do coro luxuoso da Velha-Guarda da Portela, Monarco também dará voz a hinos como Lenço, Corri pra Ver, Coração em Desalinho e Foi um Rio que Passou em Minha Vida. Crioulinho Sabu, relíquia que ele compôs ainda criança, na década de 40, e faz parte do novo álbum, ficou fora do repertório da noite. Para quem pretende ir ao show no Méier, fica a sugestão: vale a pena pedi-la no bis. Livre.

Imperator - Centro Cultural João Nogueira (642 lugares). Rua Dias da Cruz, 170, Méier, ☎ 2596-1090 e 2597-3897. Quinta (24), 21h. R$ 30,00. Bilheteria: 13h/20h (ter. e qua.); a partir das 13h (qui.). IC. www.imperator.art.br.

Fonte: VEJA RIO