SHOWS

Daniil Trifonov

No sábado (16), instrumentista se apresenta no Teatro Bradesco com a Orquestra Sinfônica Brasileira

Por: Lais Botelho - Atualizado em

ROGER MASTROIANNI/divulgaçÃo
(Foto: Redação Veja rio)

Berço de grandes pianistas ? Anton Rubinstein (1829-1894), Vladimir Ashkenazy, Evgeny Kissin, entre tantos outros ?, a Rússia mantém viva a tradição revelando talentos como este virtuose de 23 anos. Depois de vencer a prestigiada Competição Internacional Tchaikovsky, realizada em Moscou em 2011, Trifonov ganhou o mundo. Além da agenda cheia de apresentações-solo, fez turnês com orquestras de renome, a exemplo da Filarmônica de Viena e da Sinfônica de Londres. Neste ano, assinou um contrato exclusivo com a gravadora Deutsche Grammophon. No sábado (16), o instrumentista se apresenta no Teatro Bradesco. Com a Orquestra Sinfônica Brasileira, será o solista em Rapsódia sobre um Tema de Paganini, Op. 43, de seu conterrâneo Rachmaninoff (também um grande pianista). Sob a regência de Leandro Carvalho, a OSB completa o programa interpretando a Sinfonia N° 44 em Mi Menor ? Fúnebre, do austríaco Joseph Haydn, e a Sinfonia N° 3 em Lá Menor ? Escocesa, do alemão Felix Mendelssohn.

Teatro Bradesco (1060 lugares). Avenida das Américas, 3900, Barra da Tijuca (VillageMall), ☎ 3252-2750. Sábado (16), 16h. R$ 60,00 (frisa) a R$ 100,00 (plateia baixa e balcão nobre). Bilheteria: a partir das 14h (sáb.).

Elogio: em entrevista, Martha Argerich, exímia pianista argentina, disse que o que seu jovem colega ?faz com as mãos é tecnicamente inacreditável?

Fonte: VEJA RIO