música

Confira a seleção dos melhores shows da cidade

Lista inclui veterano do reggae Calton Coffie, duo dos virtuosos Yamandu Costa e Renato Borghetti, além de Jards Macalé voz e violão. Veja demais destaques

Por: Rafael Cavalieri

Jards Macalé
Macalé, na Casa da Gávea: sucessos em versões acústicas (Foto: Dulce Helfer)
  • De volta ao Rio, trazido através do projeto de crowdfunding Queremos!, o quarteto americano de punk rock mostra canções do re­cém-lançado disco Future Hearts.
    Saiba mais
  • As divas do funk se unem em noite repleta de hits. Anitta sobe ao palco levando sucessos como Show das Poderosas. Na sequência, Popozuda canta Beijinho no Ombro, entre outras.
    Saiba mais
  • A cantora lança o primeiro DVD, que traz seu nome e teve direção artística de Roberta Sá. No repertório, autorais, como Cabra-Cega, dividem espaço com versões, a exemplo de Velha Roupa Colorida, canção de Belchior, que ganhou pegada pop-funk. Participam da noite João Cavalcanti e Federico Puppi.
    Saiba mais
  • Marcado inicialmente para o início do mês, o show de lançamento do CD A Bossa de Cauby foi adiado para segunda (21). Acompanhado de um quarteto, o cantor de talento e visual únicos empresta sua voz marcante a composições como Eu e a Brisa (Johnny Alf) e Este Seu Olhar (Tom Jobim).
    Saiba mais
  • Batizado como Porta-Voz da Alegria, o quarto álbum do sambista será apresentado ao público carioca. Ao vivo, ele une as novas Alma Boêmia e Clareou ao hit Tenta a Sorte.
    Saiba mais
  • O músico mineiro visita clássicos e mostra seu novo trabalho em duas noites no Rival. 
    Saiba mais
  • Expoente do samba carioca, o grupo pelo qual já passaram nomes como Arlindo Cruz e Jorge Aragão celebra a data com o lançamento do álbum de inéditas Só Felicidade. Não ficarão de fora clássicos como O Show Tem que Continuar e Nosso Grito. Juninho Thybau abre a noite.
    Saiba mais
  • O bandolinista  reverencia a obra de Chico Buarque no CD Samba de Chico, base para o show. No palco, canções como Quem Te Viu Quem Te Vê, A Rita e Construção ganham versões instrumentais.
    Saiba mais
  • O cantor e compositor faz cinco shows, com convidados, no pequeno palco de Botafogo, nos quais revisita seus discos. A primeira noite traz Cadu Tenório, Thomas Harres, Eduardo Manso e Thomas Rohrer. No dia seguinte é a vez de Jards tocar com o trio carioca Chinese Cookie Poets, de rock experimental bem doido, mesmo para os padrões de Macalé. Na quinta (8), ele recebe Ava Rocha e Negro Leo. Por fim, os paulistanos do Metá Metá participam das apresentações na sexta (9) e no sábado (10).
    Saiba mais
  • Palco para novos talentos, o Cinematheque, que fechou as portas em 2011, é saudado em noites mensais na Vizinha 123, nova casa do Grupo Matriz. Na estreia, o compositor, produtor e cantor Jonas Sá, cria do antigo endereço, abre a série com seu novo trabalho, BLAM! BLAM!. O DJ Calbuque comanda a pista nos intervalos. 18 anos. Vizinha 123 (150 lugares). Rua Henrique de Novaes, 107, Botafogo, ☎ 2266-1014. Terça (19), 20h. R$ 30,00.
    Saiba mais
  • A dupla presta homenagem a Tom Jobim (1927-1994). Além de clássicos como Garota de Ipanema e Águas de Março, causos de Jobim são relembrados com bom humor.
    Saiba mais
  • Depois de rodar o país, a turnê que comemora os cinquenta anos de carreira da cantora chega ao fim no Vivo Rio, onde começou em janeiro, com lotação esgotada. De inspiração afetiva, o repertório traz músicas como Xavante, Dindi e Casa de Caboclo, além de textos de Wally Salomão, Clarice Lispector e Carmem Oliveira.
    Saiba mais
  • Os veteranos roqueiros gaúchos lançam Sempre É Hoje, o 16º álbum da carreira. Ao lado das novidades, hits como O Astronauta de Mármore e Camila, Camila estão garantidos.
    Saiba mais
  • Sucesso no Carnaval, a Orquestra Voadora divide as atenções com o Afrojazz. A equipe da festa Soul de Santa anima os intervalos.
    Saiba mais
  • Enquanto prepara o lançamento do primeiro CD autoral, a cantora portuguesa mescla sucessos da bossa nova de Tom Jobim e Vinicius de Moraes em temporada no tradicional bar de Ipanema. O repertório inclui canções como Eu Sei Que Vou Te Amar, Samba de Uma Nota Só, Lobo Bobo e Chega de Saudade. Vinicius Bar (100 pessoas). Rua Vinicius de Moraes, 39, Ipanema, ☎ 2287-1497 e 2523-4757. Quinta (1º) a domingo (4), 22h30. R$ 45,00.
    Saiba mais
  • Do alto de mais de meio século de carreira, o tarimbado intérprete recebe a cantora de Niterói para apresentar canções como As Rosas Não Falam, de Cartola, e O Bêbado e a Equilibrista, de João Bosco e Aldir Blanc.
    Saiba mais
  • Baterista requisitado, o músico despontou como cantor depois dos 70 anos. Ele empresta a voz rouca a faixas de seu premiado disco-solo, Se Me Chamar, Ô Sorte!, na companhia dos convidados Teresa Cristina e Rogê.
    Saiba mais
  • Encontro de violonistas. Becker recebe o cearense Cavalcante para lançar na cidade o disco Parceria, gravado pela dupla.
    Saiba mais
  • A amizade evoluiu entre goles de mate e rodas instrumentais. Com uma cumplicidade cada vez maior, era natural que os gaúchos Yamandu Costa e Renato Borghetti levassem seus encontros para os palcos. Juntos, eles tocam no Rio pela primeira vez, em pleno Largo do Machado, no sábado (12), como parte do Projeto Sesi in Jazz Festival. Virtuosa — Yamandu no violão de sete cordas e Renato na gaita-ponto, uma espécie de acordeão —, a dupla passeia por temas como Mal Dormido e Cambicho em Alegrete, do gaitista, além de Cristal e Mariana, do violonista. Completa o programa uma versão do Hino Oficial do Rio Grande do Sul.
    Saiba mais

Fonte: VEJA RIO