música

Confira a relação dos principais shows da semana

Atrações vão desde o encontro inusitado entre Kassin, Marcos Valle e Marcelo Jeneci até os pesos pesados do WebFestValda

Por: Rafael Cavalieri

Kassin, Marcos Valle e Marcelo Jeneci
Kassin, Marcos Valle e Marcelo Jeneci: juntos no Inusitado (Foto: Leo Aversa)
  • Vozeirão inconfundível do hip-hop nacional, um dos fundadores do Planet Hemp, o cantor e sua banda embolam funk e hardcore em temas como A Verdadeira Dança do Patinho. Quem também sobe ao palco é a cantora Luana Karoo.
    Saiba mais
  • Travessa que abrigou o melhor da música brasileira nos anos 50 e 60, o Beco das Garrafas oferece programação em duas casas: a ideia é que o espectador vá de uma para a outra na mesma noite, como se fazia antigamente. Na sexta (24) e no sábado (25), há shows às 20h, no Little Club, e às 22h, no Bottle’s Bar. As pedidas são Luisa Lacerda e Pedro Franco, seguidos de João Sabiá e Max de Castro, no primeiro dia, e Bena Lobo, antes de Lan Lan & Sambê, no Bottle’s Bar, no segundo dia. No domingo (25), apenas no Bottle’s, Tárcio e Téo Lima recebem a plateia. A entrada dá direito aos dois shows.
    Saiba mais
  • Próxima atração da série Bossa Nova in Concert, o cantor interpreta canções do estilo, além de composições inéditas.
    Saiba mais
  • Em Emilianamente, uma homenagem ao amigo Emílio Santiago (1946-2013), o cantor defende clássicos como Saigon, Mulher e Mascarada, com os convidados Áurea Martins, Claudio Cartier, Altay Veloso e Paulo César Feital.
    Saiba mais
  • Atração da série Inusitado, Kassin convidou os dois amigos para montar um espetáculo com sucessos em ritmo de forró. Estarão lá versões para canções como Água (Kassin +2), Paraíba Não É Chicago (Marcos Valle) e Pra Sonhar (Marcelo Jeneci).
    Saiba mais
  • Fera do acordeão, Kiko Horta homenageia expoentes do instrumento, como Sivuca, Dominguinhos e Luiz Gonzaga, no show Choro de Sanfona. Ele é acompanhado por Luiz Flávio Alcofra (violão), Ivan Machado (baixo), Ajurinã Zwarg (bateria) e Alexandre Romanazzi (flauta). Casa do Choro (100 lugares). Rua da Carioca, 38, Centro, ☎ 2242-9947. Segunda (15) e terça (16), 18h30. R$ 30,00. Bilheteria (somente dinheiro): a partir das 17h30 (seg. e ter.).
    Saiba mais
  • A dupla defende trabalhos mais recentes, Com Todas as Letras (2015) e Par ou Ímpar (2011), esse voltado para o público infantil, sem esquecer de hits como Deu pra Ti e Nem Pensar.
    Saiba mais
  • O cantor pernambucano interpreta composições como Menino Passarinho, Sinfonia do Amor Divino e o baião Paroliado.
    Saiba mais
  • Voz elegante da MPB, o cantor apresenta músicas de Autorretrato, seu mais recente disco, em que celebra trinta anos de carreira. Ao vivo, Sacramento é acompanhado por Pedro Aune (baixo), Luiz Alcofra (violão), Netinho Albuquerque (pandeiro) e Daniel Vasques (saxofone e percussão). Os ingressos podem ser retirados na bilheteria no dia do espetáculo, a partir das 18h, ou reservados pelo site www.bndes.gov.br/espacobndes. Espaço BNDES (350 lugares). Avenida Chile, 100, Centro, ☎ 2172-7447. Quinta (11), 19h. Grátis.
    Saiba mais
  • Bossa em Mim, nome do segundo disco gravado pelo casal, conta com composições autorais como Goranga.
    Saiba mais
  • Sucesso nos dois primeiros sábados, o projeto liderado pelo grupo Chicas, um tributo a Gonzaguinha (1945-1991), chega ao último dia. Desta vez, quem sobe ao palco ao lado do trio é Elba Ramalho.
    Saiba mais
  • O show da dupla faz parte do roteiro da exposição Maria de Todos Nós, que presta homenagem aos cinquenta anos de carreira de Maria Bethânia. Músicas eternizadas na voz da cantora fazem parte do set list.
    Saiba mais
  • Querido por nomes como Zeca Pagodinho e Dudu Nobre, o cantor e compositor apresenta canções de Fala Meu Nome Aí, seu quarto disco.
    Saiba mais
  • Afrociberdelia, o segundo álbum da Nação Zumbi, lançado em 1996, deu à banda pernambucana lugar de destaque no mapa-múndi musical. A mistura revolucionária de tambores do maracatu com samples eletrônicos e batidas do hip-hop é considerada a principal obra do movimento manguebeat. Foi também a última com a participação de seu cantor e líder Chico Science — morto em um acidente de carro no ano seguinte, ele completaria 50 anos neste mês. Para celebrar os vinte anos do disco, o grupo, hoje com Jorge Du Peixe nos vocais, acompanhado por Lúcio Maia (guitarra), Dengue (baixo), Pupillo (bateria) e Toca Ogan (percussão), interpreta o disco na íntegra, no Circo Voador, no sábado (2). Clássicos como Macô, Manguetown e Maracatu Atômico dividem espaço com canções menos ouvidas, como Samba do Lado e O Encontro de Isaac Asimov com Santos Dumont no Céu. Antes, será exibido o documentário Chico Science, um Caranguejo Elétrico.
    Saiba mais
  • O grupo nascido na Mangueira recebe o craque Wilson das Neves e o cantor Alex Ribeiro no projeto Roda de Samba.
    Saiba mais
  • Durante três noites, vinte bandas novatas vão disputar o carinho do público da Fundição Progresso na nova edição do WebFestValda. Criado em 1992, o festival, que voltou à ativa em 2012, após hiato de mais de uma década, já revelou nomes como Pedro Mariano, Tianastácia e, mais recentemente, Pietá. A cada dia, além de dez concorrentes, o público vai ouvir um nome consagrado e duas atrações participantes de uma edição passada. Na quinta (7), estão previstas apresentações da Sinara, banda integrada por filho e netos de Gilberto Gil, do grupo de reggae Onze:20 e do rapper Criolo. Marcelo D2 é a atração principal de sexta (8), que conta com abertura dos Karamujos e da Cone Crew Diretoria, além das demais participantes. Campeã da última edição, a mineira Djambê abre os trabalhos no sábado (9), seguida pelo folk do Suricato. Depois, as dez finalistas de cada dia disputam o título, antes do grand finale, aos cuidados do pop rock dos Paralamas do Sucesso. A propósito: os shows serão transmitidos ao vivo via internet. 16 anos. Fundição Progresso (4 000 pessoas). Rua dos Arcos, 24, Lapa, ☎ 3212-0800. Quinta (7) a sábado (9), a partir das 22h. R$ 80,00 (pista, 2° lote) e R$ 300,00 (frisa, 1º lote). Bilheteria: 12h/14h e 15h/20h (seg. a qua.); a partir das 12h (qui. a sáb.). www.fundicaoprogresso.com.br.
    Saiba mais

Fonte: VEJA RIO