música

Confira a relação dos melhores shows da cidade

Lista tem lançamento do disco de Ana Cañas, show inédito de Moska e tributo a Louis Armstrong. Veja estes e os demais destaques

Por: Rafael Cavalieri

ANA CAÑAS
Ana Cañas: disco novo no Theatro Net Rio (Foto: Caroline Bittencourt)
  • Ela era atriz. Não deixou o palco, mas desde 2007, quando lançou seu CD de estreia, Amor e Caos, trocou de papel definitivamente. Dona de bela presença e afinada toda a vida, a intérprete paulistana andou tateando. Investiu no jazz — que rendeu uma bela versão para o clássico Rock and Roll, do Led Zeppelin, no disco Volta, de 2012 —, na balada pop (caso da deliciosa Pra Você Guardei o Amor, parceria com Nando Reis) e no rock, gênero dominante no disco Hein?, de 2009, produzido por Liminha. Com o recém-lançado Tô na Vida, razão para o espetáculo que ocupa o Theatro Net Rio na quarta (26), Ana Cañas exibe mais certezas. Assina nove das catorze faixas e divide as restantes com Arnaldo Antunes, Dadi, Pedro Luís e Lúcio Maia. Guitarrista do grupo Nação Zumbi, o último parceiro citado também produziu o álbum e a acompanha ao vivo, ao lado de Fabio Sá (baixo) e Marco da Costa (bateria). O peso do rock é ouvido em novas composições, como O Som do Osso e Indivisível, mas abre espaço para a suavidade da também recém-chegada Um Dois Um Só. No quarto disco, Ana revela-se uma cantora pop no melhor dos sentidos: dá seu recado através de letras diretas e melodias agradáveis. Mais madura, condensa referências variadas, influências que vão de Regina Spektor a Rita Lee, em um trabalho instigante e próprio.
    Saiba mais
  • No espetáculo Ana Egito em Boa Companhia, a cantora e compositora divide temas autorais, presentes no seu primeiro EP, com clássicos de compositores que a influenciaram, como Baden Powell, Lô Borges e Milton Nascimento. No acordeão, quem faz uma participação na noite é Agostinho Silva.
    Saiba mais
  • Criado nas rodas de samba da Lapa, o quinteto liderado por João Cavalcanti lança novo trabalho autoral, 7.  Circo Voador. Arcos da Lapa, s/nº, Lapa, ☎ 2533-0354. Sábado (13), a partir das 22h. R$ 100,00. Desconto de 50% com a apresentação de 1 quilo de alimento não perecível. Bilheteria: 12h/19h (ter. a qui.); 12h/0h (sex.); a partir das 14h (sáb.). IR. www.circovoador.com.br.
    Saiba mais
  • Suely Mesquita e Eugenio Dale formam o duo que lança seu primeiro disco. No programa, novidades como A Vela e A Chama e Cortina de Fumaça.
    Saiba mais
  • As cantoras Adelaide Chiozzo, Ellen De Lima, Eymar Fonseca, Marília Beviláqua e Stella Maria Rodrigues prestam homenagem à rainha do rádio Emilinha Borba (1923-2005), relembrando seus grandes sucessos.
    Saiba mais
  • Compositor tarimbado, já gravado por nomes como Maysa, Luiz Gonzaga, Wilson Simonal e Clara Nunes, entre outros, Fred Falcão se juntou a Clarisse Grova para gravar o disco Premonições. São dezessete faixas inéditas, com exceção de Maria Aninha, já registrada por Beth Carvalho.
    Saiba mais
  • Já disponível em plataformas digitais, Voo do Dragão é o nome do terceiro disco do trompetista e compositor que já acompanhou cantores e bandas como Nação Zumbi, Otto e BNegão, entre outros. No palco, Guizado apresenta suas composições ao lado de Allen Alencar (guitarra), Thiago Duar (sintetizador e baixo) e Thiago Babalú (bateria).
    Saiba mais
  • Vice-campeã na primeira edição do reality show musical Superstar, a banda formada por Will Gordon (voz e baixo), Pepê Santos (bateria), Gustavo Tibi (voz e teclado) e Paulinho Moreira (guitarra) continua em turnê divulgando o álbum Insano. Neste show, além de canções próprias e versões interessantes para clássicos como Something, dos Beatles, o quarteto lança o clipe de Eu Quero, Eu Gosto.
    Saiba mais
  • Ao lado de Mauricio Piassarollo (piano) e Rodrigo Serra (percussão e bateria), a cantora lança EP batizado com seu nome.
    Saiba mais
  • Um dos destaques do Bourbon Festival de Paraty, realizado em maio deste ano, foi o tributo a Ella Fitzgerald e Louis Armstrong, dois grandes nomes do jazz, apresentado pela cantora Eileina Dennis e pelo trompetista Leon ‘Kid Chocolate’ Brown, americanos como os homenageados. Em nova visita ao Brasil, Brown vai bisar sua parte na celebração musical: na segunda (24), festeja Armstrong, desta vez ao lado da banda 504 Experience. No programa, composições como All of Me, Wild Man Blues e a notória What a Wonderful World.
    Saiba mais
  • Um dos principais nomes da música contemporânea japonesa, o compositor e pianista desembarca pela primeira vez na cidade. Liderando a Creative Jazz Ensemble Japan, que conta ainda com Gennoshin Yasui (percussão), Hidenobu Otsuki (bateria), Koichi Osamu (baixo) e Jiro Yoshida (guitarra), Makoto promete homenagear a música brasileira. Para ajudá-lo na missão, o pianista recebe no palco a cantora Joyce Moreno e o saxofonista Teco Cardoso. Com a primeira, ele toca Berimbau e Essa Menina, entre outras. Ao lado de Cardoso, as composições lembradas serão Minha Saudade e Da Bahia ao Ceará.
    Saiba mais
  • Atração do projeto #escutaisso, o filho de Caetano Veloso dá sequência à turnê do álbum Coisa Boa, lançado no ano passado. Espere por canções como Lá e Cá, Hoje e Jacaré Coruja.
    Saiba mais
  • Munido de cinco violões — um com cordas de náilon, outro com cordas de aço e um barítono, além de um híbrido entre violão e guitarra e um uquelele —, o músico defende sucessos da carreira no espetáculo Violovoz. Integram o repertório hits como A Seta e o Alvo e O Último Dia, além de releituras, a exemplo de Terra, de Caetano Veloso, e Enrosca, de Guilherme Lamounier. Hermanos, do disco gravado com o argentino Fito Páez em 2015, também está na lista.
    Saiba mais
  • O sambista comanda o show Enredos e Terreiros, relembrando grandes composições de escolas como Portela, Salgueiro, Mangueira e Vila Isabel.
    Saiba mais
  • Formada por Ramiro Levy (voz, guitarra e uquelele), Ricardo Fischmann (voz, guitarra e teclado), Eduardo Stein Dechtiar (voz e baixo) e Daniel Plentz (voz, bateria e mpc), a banda gaúcha radicada na Itália é a próxima atração do projeto Levada. Além das canções de Saudade, disco de 2013, o grupo vai apresentar o single Cemitério de Elefante, que estará presente em Loreto Paradiso, com previsão de lançamento para o fim do ano.
    Saiba mais
  • Lançado há vinte anos, o álbum Samba Poconé ganha nova edição e inspira a miniturnê. Músicas como Tão Seu e Garota Nacional estão no roteiro. Vivo Rio. Avenida Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, ☎ 2272-2901. Sábado (15), 22h. R$ 100,00 (pista, 1º lote) a R$ 260,00 (camarote A).
    Saiba mais
  • Nascido e criado na Pavuna, o cantor e compositor adianta canções que estarão em Salve o Samba!, o seu primeiro disco, ainda inédito.
    Saiba mais
  • Trata-se da primeira apresentação em solo carioca do álbum Rock’n’Roll Sugar Darling, terceiro trabalho de Pethit lançado após os elogiados Berlin, Texas e Estrela Decadente. Tanto no disco como no show, o paulistano faz um rock influenciado por nomes como Iggy Pop e Rolling Stones em canções como Save The Last Dance, Romeo e Quero Ser Seu Cão.
    Saiba mais
  • O ex-vocalista do Exaltasamba apresenta o show do DVD #VamoQvamo. Novidades dividem espaço com pagodes marcantes dos anos 90, a exemplo de Marrom Bombom e Meu Jeito de Ser. Alguns setores já estão esgotados. 15 anos. Metropolitan (6 576 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações, ☎ 0300 7896846 (9h/21h). Sábado (23), 23h. R$ 50,00 (pista) a R$ 140,00 (mesa, setor palco). Bilheteria: 12h/20h (seg. a sex.); a partir das 12h (sáb.). Estac. (R$ 9,00). TF.
    Saiba mais
  • As bandas são as atrações da próxima edição do Imperator Novo Rock, que abre espaço para a cena alternativa da cidade. A primeira é a Zena, liderada pela bela vocalista Giul Abreu. Na sequência, quem faz seu som é o Motel 11-11, projeto montado pelo baixista Tchello, após sua saída do Detonautas Roque Clube.
    Saiba mais

Fonte: VEJA RIO