SHOWS

Arcade Fire

Formada na cidade de Quebec, no Canadá, em 2003, a banda de indie rock desembarca no Rio nove anos depois da primeira aparição

Por: Rachel Sterman - Atualizado em

recomenda-shows-abre.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Formada na cidade de Quebec, no Canadá, em 2003, pelo casal Win Butler e Régine Chassagne, a banda de indie rock desembarca no Rio - nove anos depois da primeira aparição, no Tim Festival, e aproveitando a participação no megafestival Lollapalooza, em São Paulo. Vencedores do Grammy e do Brit Awards com seu terceiro disco, The Suburbs, em 2011, os músicos canadenses encantaram uma legião de moderninhos ao misturar, de forma saborosamente adoidada, instrumentos como harpa, violinos e xilofone. A receita não funciona apenas em estúdio: o jornal britânico Daily Telegraph chegou a considerá-la a melhor banda ao vivo do mundo. No Citibank Hall, o sexteto, completado pelo irmão de Win, William Butler (xilofone, sintetizadores e percussão), e por Jeremy Gara (bateria), Tim Kingsbury (baixo) e Richard Reed Parry (órgão, piano e acordeão), apresenta seu quarto trabalho, Reflektor. Concebido depois de um Carnaval no Haiti, terra natal de Régine, o álbum acrescenta percussões fortes e influência da música negra à psicodelia, marca registrada do grupo. Da nova leva estão previstas It?s Never Over (Oh Orpheus), inspirada no filme Orfeu Negro, a dançante Afterlife e We Exist. Mas quem aguarda hits pode esperar por Wake Up, Rebellion (Lies) e The Suburbs.

Citibank Hall (8?433 lugares). Avenida Ayrton Senna, 3000 (Shopping Via Parque), Barra. Informações e vendas, ☎ 4003-5588 (9h/21h). Sexta (4), 22h. R$ 210,00 (pista) a R$ 440,00 (camarote). Bilheteria: 12h/20h (seg. a qui.); a partir das 12h (sex.). Estac. (R$ 8,00). → www.ticketsforfun.com.br. www.citibankhall.com.br.

Trilha sonora: Supersymmetry, faixa-bônus do novo álbum, foi usada em Ela, longa do diretor Spike Jonze

Fonte: VEJA RIO