ROTEIRO DA SEMANA

VEJA Rio recomenda

O show da cantora inglesa Joss Stone, a peça O Desaparecimento do Elefante, a exposição Parece Mas Não É, e a festa Ibiza Comes to Rio

- Atualizado em

SHOW

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Joss Stone. Há cerca de três anos, a jovem diva do soul contemporâneo declarou que o público mais caloroso em suas apresentações era o brasileiro, num caso típico de admiração recíproca. A partir de então, o país entrou para valer na rota da cantora. Pouco mais de um ano após sua exibição no último Rock in Rio, ela volta à cidade para fazer um único espetáculo, marcado para quinta (15), no Citibank Hall. Com apenas 25 anos, sendo dez deles dedicados à música, a inglesa coleciona cinco indicações ao Grammy (em 2007, levou uma estatueta para casa), seis discos e mais de 11 milhões de cópias vendidas. Desta vez, Joss Stone apresenta o resultado de seu último trabalho, The Soul Sessions Volume 2. Trata-se, como o nome indica, de uma sequência do seu elogiado álbum de estreia, The Soul Sessions, lançado em 2003. No repertório aparecem releituras de clássicos do gênero, como (For God?s Sake) Give More Power to the People, gravada pelo grupo The Chi-Lites, e While You?re Out Looking for Sugar, conhecida na versão do trio feminino The Honey Cone, além dos sucessos Super Duper Love (Are You Diggin? on Me) e Baby, Baby, Baby. Saiba mais na coluna Shows.

TEATRO

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

O Desaparecimento do Elefante. Um dos maiores nomes da literatura japonesa atual, Haruki Murakami tem cinco de seus contos adaptados por Monique Gardenberg, também diretora deste belo espetáculo em cartaz no Teatro Fashion Mall. A maioria das histórias assume um tom mais divertido, caso de O Pássaro de Cordas e as Mulheres da Terça-Feira, na qual um desempregado (Caco Ciocler) encontra uma adolescente (Fernanda de Freitas, impagável) que o faz refletir sobre sua vida. Algumas, por outro lado, são impregnadas de lirismo, a exemplo de Sono, em que uma mulher (Maria Luisa Mendonça) que leva uma vida aparentemente perfeita tem dificuldade para dormir. Outros sete atores completam o elenco, nunca menos do que bom. A linda cenografia de Daniela Thomas e Camila Schimidt, fincada no uso de vídeos (aproveitando a experiência de Monique como cineasta), é um deleite para os olhos. Clique aqui para ver os dias e horários da peça.

EXPOSIÇÃO

Divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Parece Mas Não É. Depois de organizar uma mostra com cadeiras dos prestigiados irmãos Campana e outra com joias de Mana Bernardes, a marchande Luciana Caravello volta a investir na aproximação entre design e arte nesta divertida reunião de objetos ora decorativos, ora funcionais, por vezes ambos. A seleção, apresentada no 3º piso da galeria que leva o seu nome, inclui trabalhos de oito artistas de seis países, que brincam com a ideia de duplicidade e ilusão. Peças como o espelho do israelense Ron Gilad chamam especial atenção: um homenzinho no chão parece tentar levantá-lo. Outras conquistam o visitante pela matéria-prima, caso das cadeiras da alemã Veronika Wildgruber, em que assentos e encostos à primeira vista parecem capitonê, um tipo de revestimento de couro em gomos - mas, na verdade, são feitos de madeira torneada. Saiba mais na coluna Exposições.

NOITE

Drew Ressler/divulgação
(Foto: Redação Veja rio)

Ibiza Comes to Rio. Pela segunda vez na cidade, o DJ e produtor escocês Calvin Harris é a principal atração do festival que acontece na quarta (14) no Vivo Rio. A promessa é reproduzir por aqui o clima festivo do balneário espanhol que é o parque de diversões da música eletrônica mundial. Além do bem-humorado epíteto de ?terceiro homem mais alto da dance music? (ele mede quase 2 metros), Harris acumula títulos mais importantes: já figurou entre os melhores do mundo no conceituado ranking da publicação DJ Mag. Nos últimos anos, ele tem sido requisitado para gravar com estrelas do pop, como Rihanna ? na faixa que deve aparecer no set list carioca, We Found Love ?, Ke$ha e Florence Welsh. Estão programados, ainda, hits como Let?s Go e 18 Months. Completam a noite os DJs brasileiros Diego Falleiros e Marcelo CIC e o italiano Luca Di Napoli. Saiba mais na coluna Noite.

Fonte: VEJA RIO