abertura

Orgulho de ser carioca

No nosso aniversário de 20 anos, homenageamos as pessoas, os hábitos e os lugares que são a mais perfeita tradução do Rio, uma cidade com problemas, claro, mas que proporciona muitas alegrias aos seus moradores

- Atualizado em

especial_abertura.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Há duas décadas, chegava aos leitores o primeiro número de VEJA RIO, revista encartada semanalmente em VEJA. Dedicada exclusivamente aos temas regionais, ela carrega o Rio de Janeiro em seu nome e no DNA: é plural, como as atrações da nossa cidade, e traz em suas páginas o espírito típico dos cariocas. Nesses vinte anos, solidificou-se como o mais importante e confiável guia de lazer e cultura da Cidade Maravilhosa. Ao revelar tendências, destacar personagens atuan­tes e estar sempre vigilante nas questões de segurança, trânsito, saúde, educação e demais áreas de interesse da população, ela espelha a diversidade de sua terra natal.

Nesta edição especial para celebrar a data, VEJA RIO dividiu a cobertura em três pilares. A primeira parte traz uma enquete feita com 200 personalidades, que votaram em vinte quesitos referentes ao período de 1991 aos dias atuais. Eles escolheram o gol mais bonito que aconteceu em nossos gramados, o melhor botequim, a música emblemática, o point de praia que bombou e muito mais. O resultado traça um belo e interessante painel do passado recente do Rio.

O segundo bloco enfatiza gente que brilhou e deu o que falar nesse período. Pinçamos vinte nomes de atividades abrangentes, entre eles a atriz Marília Pêra, o ator Luiz Fernando Guimarães, o ex-jogador Romário, o técnico Bernardinho, o economista Edmar Bacha, o jurista Sergio Bermudes e o chef de cozinha Claude Troisgros. Cada um deles posou ao lado de jovens colegas de profissão que têm tudo para despontar em breve. A partir da página 46, você poderá conferir quem se consagrou nas últimas duas décadas e conhecer as apostas que podem se destacar nos próximos anos, como o ator Fabrício Negri, a bailarina Callanda Caetana, a cineasta Letícia Simões e o chef Pablo Vidal.

Na terceira parte, finalmente, há um apanhado da trajetória da revista. Trata-se de um pequeno resumo de mais de 1?000 edições, com cerca de 5?000 reportagens e 320?000 ?tijolinhos?, como são chamados os textos curtos do Roteiro da Semana que trazem informações precisas sobre restaurantes, bares, comidinhas, shows, filmes, salas de cinema, peças de teatro, exposições, programação infantil, concertos e espetáculos de dança. Ressaltamos também as edições especiais, a começar pelo guia anual ?Comer & Beber?, a bíblia da gastronomia carioca, e listamos modismos que foram notícia em VEJA RIO.

Para terminar, selecionamos vinte capas que marcaram época, da chegada do primeiro jato da ponte aérea à semana em que o Rio foi escolhido como sede da Olimpíada de 2016. Boa leitura ? e boas recordações.

Fonte: VEJA RIO