ROTEIRO DA SEMANA

Teatro

Por: Carlos Henrique Braz - Atualizado em

REESTREIA

✪✪✪ XANADU, de Douglas Carter Beane, com letras e músicas de Jeff Lynne e John Farrar e tradução de textos e canções de Artur Xexéo. Após duas semanas de temporada interrompida, por causa do acidente sofrido em cena pelos protagonistas Danielle Winits e Thiago Fragoso, em 28 de janeiro, o musical tem reestreia prevista para quinta (16). Baseada no longa-metragem estrelado por Olivia Newton-John no cinema, em 1980, a adaptação galhofeira chegou à Broadway em 2007. Na montagem brasileira, Danielle deve voltar ao palco, dando vida à protagonista Clio, uma semideusa do Olimpo que adota o nome terráqueo de Kira. Caso não seja liberada pelo médico, Renata Ricci (de Avenida Q e Gispy) assume o papel. Ela aterrissa na Praça Paris em 1980 para auxiliar o músico incompreendido Sonny Malone (Danilo Timm, substituto de Fragoso) a abrir uma casa noturna. No papel, a atriz entoa dez canções enquanto evolui sobre patins e conta com a ajuda de Danny Mc Guire (Sidney Magal, que também interpreta Zeus). Completam o elenco Sabrina Korgut, Gottsha, Maurício Xavier, Brenda Nadler, Karin Hils, Fabrício Negri, Lucas Drumond, Giovanna Cursino e Carla Vazques. Direção cênica de Miguel Falabella e Cininha de Paula e direção musical de Carlos Bauzys (100min). 12 anos. Estreou em 13/1/2012. Teatro Oi Casa Grande (926 lugares). Avenida Afrânio de Melo Franco, 290, Leblon, ☎ 2511-0800. Quinta e sexta, 21h; sábado, 19h e 21h30; domingo, 19h. R$ 40,00 a 120,00 (qui. e sex.); R$ 60,00 a R$ 150,00 (sáb. e dom.). Bilheteria: 15h/20h (ter.); 15h/21h (qua. a sex.); a partir das 12h (sáb. e dom.). Cc: todos. Cd: todos. IC. Estac. no Shopping Leblon (R$ 4,00 por duas horas). Até dia 26. Reestreia prometida para a quinta (16).

ÚLTIMA SEMANA

✪✪✪✪ AMOR CONFESSO, de Claudia Ventura e Alexandre Dantas, com base em contos de Arthur Azevedo (1855-1908). Alguns textos do cronista e dramaturgo Arthur Azevedo, um dos pioneiros da comédia de costumes, servem de base para a montagem encenada por Claudia e Dantas. Sem recursos de cenário nem de figurinos (os protagonistas estão semivestidos com trajes de casamento), a afinadíssima dupla encarna personagens prestes a se casar. Pouco antes da cerimônia, eles exploram oito contos de Azevedo para questionar se o matrimônio vale mesmo a pena. Acompanhados pelo pianista Roberto Bahal, os atores se revezam na irretocável e divertida interpretação de tipos imersos em tramas cotidianas, recheadas de traição, mentiras e ironias. Textos como Vingança, Sabina, Como o Diabo as Arma!, Toc Toc Toc e A Melhor Amiga comprovam a atualidade do autor. Direção de Inez Viana (90min). 12 anos. Estreou em 11/11/2011. Centro Cultural do Poder Judiciário (antigo Palácio da Justiça) ? Sala Multiuso (60 lugares). Rua Dom Manuel, 29, Centro, ☎ 3133-3366. Segunda a quarta, 19h. Grátis. Bilheteria: a partir das 18h30 (segunda a quarta). Distribuição de senhas meia hora antes. Até quarta (15). www.portaltj.tjrj.jus.br.

ATRAVÉS, de Marcelo Aquino. Drama de suspense com Christiana Ubach, Gabriela Munhoz e Carlo Porto. Em um pequeno espaço, o trio encena a história dos amigos Alanis, Alice e Arthur. Elas duas dividem o apartamento, numa convivência que as leva a mergulhar no lado obscuro de suas almas. No meio desse jogo perigoso está Arthur. No desenrolar do enredo, ele descobre que nem tudo o que via era realidade. Direção do autor (75min). 16 anos. Estreou em 16/1/2012. Espaço Cultural Barteliê (40 lugares). Rua Vinicius de Moraes, 190, apartamento 3, Ipanema, ☎ 2522-1141. Segunda e terça, 20h30. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 19h30 (seg. e ter.). Até terça (14).

A BAILARINA, O ILUMINADOR E A PIANISTA MAQUIADA, de Diego de Angeli. Comédia da Cia. Galharufa, de Vitória. No espetáculo, os capixabas Higor Campagnaro (o iluminador), Tayana Dantas (parte da bailarina siamesa) e Thais Simonassi (a pianista maquiada) se juntam à carioca Úrsula Cabral (a outra parte da bailarina siamesa) para abordar com um toque de humor coisas difíceis de dizer. Na trama ambientada nos bastidores de um espetáculo adulto, quatro artistas bem-humorados se revelam enquanto se preparam para mais um dia de apresentação. Depois de uma explosão no teatro, uma transformação acontece a cada um e faz com que mortos e sobreviventes riam da própria desgraça. Direção do autor (80min). 12 anos. Estreou em 18/1/2012. Teatro Gláucio Gill (150 lugares). Praça Cardeal Arcoverde, s/n°, Copacabana, ☎ 2332-7904, ? Cardeal Arcoverde. Quarta e quinta, 20h. R$ 20,00. Bilheteria: a partir das 16h (qua. e qui.). Até quinta (16).

DUPLO CRIMP ? O CAMPO E A CIDADE, de Martin Crimp. Escritos pelo dramaturgo inglês em 2000 e em 2008, respectivamente, os dramas de temáticas e estruturas semelhantes são encenados na mesma sessão, com um breve intervalo. Há também a possibilidade de se assistir às peças separadamente, no sábado e no domingo. Ambas mostram a relação de um casal que sofre interferência de elementos externos. O programa começa com O Campo, em que Corinne (Flavia Pucci) e seu marido, o médico Richard (Adriano Saboya), se mudam da cidade para o interior com o objetivo de fazê-lo se curar do vício em drogas. Certo dia, o clínico volta para casa à noite trazendo uma jovem desacordada (Gabriela Carneiro da Cunha), provocando uma reviravolta na rotina conjugal. Depois vem A Cidade, em torno do par formado por Clair (Cris Larin) e Chris (Lucas Gouvêa). Clair envolve-se com um escritor famoso e uma moça vestida de enfermeira, Jenny (Nicole Cordery), que, num momento posterior, passa a fazer parte da vida deles de um modo misterioso. Os textos têm tradução de Daniele Avila e direção de Felipe Vidal (150min, com intervalo). 16 anos. Estreou em 20/11/2011. Teatro Gláucio Gill (140 lugares). Praça Cardeal Arcoverde, s/n°, Copacabana, ☎ 2332-7904, ? Cardeal Arcoverde. Sexta e segunda, 20h; sábado, 21h (O Campo); domingo, 21h (A Cidade). R$ 20,00 (sáb. e dom.) e R$ 30,00 (sex. e seg.). Bilheteria: a partir das 16h (sex. a seg.). Até segunda (13).

✪✪✪ INBOX, de Clarice Falcão e Gregório Duvivier. Ambientado na internet, o drama aborda a relação virtual entre uma famosa escritora chamada Clara e um fã que, sob o pseudônimo John, passa a assediá-la obsessivamente usando mensagens de correio eletrônico. Ao lado da atriz Maria Eduar­da, Gregório encena a trama sobre a evolução desse relacionamento ? a autora, fragilizada por uma crise conjugal e criativa, é levada a rever seu casamento e a vida profissional. Direção de Bel Garcia (60min). 12 anos. Estreou em 30/7/2011. Teatro do Leblon ? Sala Marília Pêra (462 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Terça e quarta, 21h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (ter. e qua.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 7,00 por três horas). Até quarta (15).

NÃO OLHE PARA BAIXO, VOCÊ VAI QUERER PULAR, de Pedro Murad. Os atores Marcos Veras e Júlia Rabello dividem a cena nesta comédia que trata de dificuldades da vida moderna. Solidão, a ânsia para alcançar a felicidade e o sucesso, frustração e depressão são alguns dos ingredientes. Os protagonistas são dois funcionários que sucumbem às pressões cotidianas, desistem da vida e vão até o terraço do arranha-céu em que trabalham, dispostos a se jogar de lá. Por acaso, eles se encontram nesse exato momento e travam um diálogo que ressalta as neuroses da sociedade. Direção de Duda Ribeiro (70min). 12 anos. Estreou em 18/10/2011. Teatro do Leblon ? Sala Tônia Carrero (200 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Terça e quarta, 21h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (ter. e qua.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 7,00 por três horas). Até quarta (15).

✪✪ 4 FACES DO AMOR, de Eduardo Bakr. Neste musical com pegada de comédia romântica, e embalado por quinze composições de Ivan Lins ? cantadas pelos próprios atores ?, são abordadas quatro possibilidades de relacionamento amoroso. As atrizes Adriana Quadros e Gottsha e os atores Cristiano Gualda e Mauricio Baduh se desdobram para dar vida aos personagens Eduardo, Eduarda, Claudio e Claudia, cujos apelidos Duda e Cacau são adotados tanto no masculino quanto no feminino. Direção de Tadeu Aguiar (90min). 16 anos. Estreou em 24/10/2011. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), ☎ 2540-6004. Segunda e terça, 21h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (seg. e ter.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até terça (14).

✪✪✪ ROSA, de Martin Sher­man. Indicada ao Prêmio Shell de Teatro, na categoria melhor atriz, Debora Olivieri está à frente deste monólogo dramático escrito pelo americano Sherman, que é autor também da aclamada peça Bent (1979). A personagem-título é uma judia octogenária que, durante o período de luto conhecido como shivah, relembra a sua existência. O jorro de memórias começa em sua infância numa pequena cidade ucraniana e desemboca nos dias de hoje, em Miami Beach. Direção de Ana Paz (80min). 12 anos. Estreou em 3/6/2011. Midrash Centro Cultural (80 lugares). Rua General Venâncio Flores, 184, Leblon, ☎ 2239-2222. → Quarta, 18h; quinta, 21h. R$ 30,00 (qua.) e R$ 40,00 (qui.). Bilheteria: a partir das 17h (qua. e qui.). Até quinta (16).

EM CARTAZ

O CÉU ESTÁ VAZIO, de Julia Spadaccini. O universo dos emos (aqueles jovens que se vestem de preto, usam franja e são extremamente emotivos) e dos cosplayers (a turma que costuma se fantasiar de super-heróis japoneses) emoldura a comédia dramática sobre relações familiares. No palco é contada a história de Ivan (Paulo Giardini), um homem sem perspectivas nem grandes ambições. Casado com Laura (Ticiana Passos), ele mantém uma relação extraconjugal com Sandra (Thais Tedesco). Em casa, tem pouquíssimo diálogo com o filho adolescente Lui (Rael Barja), adepto do movimento emo. Para piorar, o chefe da família padece de problemas auditivos, sofre de síndrome de zumbido ? um ruído ininterrupto que soa dentro de seus ouvidos. Na terapia, conhece a jovem cosplayer Emilia (Priscila Steinman). A convivência com ela transforma a sua vida e melhora seu relacionamento com o jovem. Direção de Jorge Caetano (80min). 12 anos. Estreou em 28/1/2012. Caixa Cultural ? Teatro de Arena (226 lugares). Avenida Almirante Barroso, 25, Centro, ☎ 2544-4080, ? Carioca. → Quinta a domingo, 19h30. R$ 20,00. Bilheteria: 10h/20h (qui. a dom.). Até dia 26. Não haverá sessão no sábado (18) e no domingo (19).

✪✪✪ COZINHA E DEPENDÊNCIAS, de Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri, com tradução de Bárbara Duvivier e Bianca Byington. Sucesso na versão cinematográfica de Philippe Muyl (Cuisine et Dépendances, de 1992), a comédia dramática gira em torno do reencontro de cinco amigos após uma década de distanciamento. Verdades e ressentimentos surgem das conversas entre os anfi­triões Martine (Bian­ca Byington) e Jacques (Márcio Vito), o hóspede Georges (Flavio Pardal) e os convidados Charlotte (Silvia Buarque) e seu aguardado marido. Fred (Leandro Castilho), irmão de Martine, e sua noiva, Marylin, também comparecem. Direção de Bianca Byington e Leonardo Netto (80min). 14 anos. Estreou em 2/4/2011. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9895. → Segunda a quarta, 20h. R$ 40,00. Promoção: quem compra ingressos também para Um Dia como os Outros, no mesmo teatro, paga R$ 60,00 pelas duas entradas. Bilheteria: a partir das 15h (seg. a qua.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 29.

✪✪✪ UM DIA COMO OS OUTROS, de Agnès Jaoui e Jean-Pierre Bacri, com tradução de Ângela Leite Lopes. A comédia dramática se passa no núcleo de uma família tradicional de classe média durante o aniversário da esposa de um dos filhos. Como faz todas as sextas, a submissa Yolanda (Bianca Byington) se reúne para jantar com a família do marido, o bem-sucedido executivo Philippe Mesnard (Flavio Pardal). O ponto de encontro é o bar do irmão mais velho, Henrique (Márcio Vito), cuja esposa, Arlette, está atrasada justo na noite de aniversário de Yolanda. A demora exaspera a mãe dos rapazes (Analu Prestes). Em meio às confusões, a caçula solteirona Betty (Silvia Buarque) namora às escondidas o garçom Denis (Leandro Castilho). Direção de Bianca Byington e Leo­nardo Netto (90min). 14 anos. Estreou em 1º/4/2011. Teatro dos Quatro (402 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9895. → Segunda a quarta, 21h30. R$ 40,00. Promoção: quem compra ingressos também para Cozinha e Dependências, no mesmo teatro, paga R$ 60,00 pelas duas entradas. Bilheteria: a partir das 15h (seg. a qua.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 29.

ISTO AQUI É ROCK?N?ROLL ? A LITTLE ROCK CONCERT, de Aloísio de Abreu. Neto do comediante Oscarito, o ator Carlos Lof­fler estrela este musical de bolso na pele de C.Q. Lee, um lendário roqueiro brasileiro que retorna ao show­biz. Ele revira o baú de memórias fictícias e conta casos escabrosos, ora picantes, ora cômicos, envolvendo grandes nomes do rock nacional e estrangeiro. A narração das histórias é entremeada por clássicos do gênero, como Satisfaction, dos Rolling Stones, e I Wanna Be Sedated, dos Ramones (na versão em português escrita por Rita Lee). São executados ainda sucessos nativos, a exemplo de Inútil, do Ultraje a Rigor, e Por que a Gente É Assim?, de Cazuza. Loffler é acompanhado pela backing vocal Kelly Ana e por banda composta de duas guitarras, baixo e bateria. Direção cênica do autor e direção musical de Andrea Zeni (75min). 16 anos. Estreou em 11/1/2012. Teatro do Leblon ? Sala Fernanda Montenegro (417 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Terça e quarta, 22h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (ter. e qua.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 7,00 por três horas). Até dia 29.

AS MALVADAS ? TUDO SOBRE SHARON, SHEILA E SHIRLEY, de Alessandro Marson. Luciana Gonçalves, Flávia Guedes e Roberta Foster estrelam a comédia, respectivamente, como as irmãs Sharon, Sheila e Shirley, que moram juntas em um pequeno apartamento. Certo dia, enquanto o trio faz a faxina em casa, chega o convite para uma grandiosa festa à noite. Detalhe: ele é individual e, pelo envelope, não é possível saber para qual das três é destinado. Sharon, a mais velha, é atriz de teatro infantil e tem certeza de que a missiva foi endereçada a ela. Sheila, a irmã do meio, já participou de vários testes para dançarina em programas de TV e está convicta de que é a convidada. Já a mais jovem, Shirley, sonha com uma impossível carreira de modelo e não tem dúvida nenhuma de que é a contemplada. Diante da situação, elas não medem esforços para tirar as adversárias do páreo. Direção do autor e de Viétia Zangrandi (75min). 14 anos. Estreou em 17/1/2012. Teatro Clara Nunes (527 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 3º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2274-9696. Terça e quarta, 21h. R$ 60,00. Bilheteria: a partir das 14h (ter. e qua.). IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 29.

✪✪✪ A MECÂNICA DAS BORBOLETAS, de Walter Daguerre. Prepare-se para altas doses de emoção. O bem urdido drama gira em torno da misteriosa ligação entre dois gêmeos. Eles, não por acaso, foram batizados com o nome dos personagens mitológicos cujo trágico confronto resultou na fundação de Roma. No interior do Rio Grande do Sul, Rômulo, vivido por Eriberto Leão, foge de casa aos 16 anos, decidido a conquistar o mundo. Remo, em tocante interpretação de Otto Jr., sente-se traído e abandonado. Durante duas décadas de ausência do cúmplice de infância, alimenta imensa amargura. O retorno de Rômulo, agora um famoso autor de livros de ficção em inglês, não contribui para curar as feridas. Durante o tempo que passou distante, seu pai, um mecânico, morreu. Restou ao irmão que ficou a ingrata missão de assumir as tarefas da oficina e sustentar a mãe, Rosália ? a personagem da mulher mentalmente perturbada pela viuvez é representada com sensibilidade por Suzana Faini. Na volta para casa, o escritor descobre ainda que a ex-namorada Liza (Ana Kutner) se tornou sua cunhada. Elaborados diálogos e a direção de Paulo de Moraes, da Cia. Armazém de Teatro, contribuem para desatar os nós familiares exibidos em cena (90min). 12 anos. Estreou em 11/1/2012. Centro Cultural Banco do Brasil ? Teatro I (175 lugares). Rua Primeiro de Março, 66, Centro, ☎ 3808-2020. Quarta a domingo, 19h. R$ 6,00. Bilheteria: a partir das 10h (qua. a dom.). Até 4 de março.

✪✪✪✪ SASSARICANDO ? E O RIO INVENTOU A MARCHINHA, de Rosa Maria Araújo e Sérgio Cabral. Fãs e pesquisadores de marchinhas, o jornalista e a historiadora ouviram mais de 1?000 canções até chegar às 100 que compõem o espetáculo. Em sua sexta temporada desde a estreia, em 2007, o musical já foi visto por 210?000 pessoas em mais de 265 sessões. A nova escalação do elenco conta com Eduardo Dussek, Juliana Diniz, Alfredo Del-Penho e Pedro Paulo Malta, remanescentes da formação original, além de Inez Viana, Beatriz Faria e, em aparições esporádicas, Pedro Miranda. Com acompanhamento ao vivo, são desfiadas pérolas como Marcha do Sapinho, As Pastorinhas e O Teu Cabelo Não Nega. Direção de Claudio Botelho (120min, com intervalo). Livre. Estreou em 25/1/2007. Teatro do Leblon ? Sala Fernanda Montenegro (417 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Quinta, 20h; sexta e sábado, 18h; domingo, 17h. R$ 30,00 e R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (qui. a dom.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 7,00 por três horas). Até dia 26. Não haverá sessões no sábado (18) e no domingo (19).

✪✪✪ TIM MAIA ? VALE TUDO, O MUSICAL, de Nelson Motta. Adaptação da biografia Vale Tudo ? O Som e a Fúria de Tim Maia, realizada pelo autor do livro em parceria com o diretor do musical, João Fonseca. Nesta produção, que repassa a trajetória do artista dos 12 aos 55 anos, o papel-título cabe ao jovem ator Tiago Abravanel. Onze números são executados ao vivo por uma banda com seis músicos. O repertório inclui emocionantes interpretações para sucessos como Do Leme ao Pontal, Azul da Cor do Mar e Não Quero Dinheiro. Completam o elenco Izabella Bicalho, Lilian Valeska, Pedro Lima, André Vieri, Bernardo La Roque, Reiner Tenente, Evelyn Castro, Pablo Ascoli, Anna Carbatti e Leticia Pedroza (180min, com intervalo). 14 anos. Estreou em 5/8/2011. Teatro João Caetano (1?222 lugares). Praça Tiradentes, s/nº, Centro, ☎ 2332-9257. Quinta a sábado, 20h; domingo, 19h. R$ 50,00 e R$ 70,00 (qui. e sex.) e R$ 70,00 e R$ 90,00 (sáb. e dom.). Bilheteria: 14h/18h (ter. e qua.); a partir das 14h (qui. a dom.). IC. Até dia 26. Sessões extras na terça (14) e na quarta (15), às 19h. Não haverá sessões de sexta (17) a domingo (19).

HUMOR

✪✪✪ COMÉDIA EM PÉ, de Claudio Torres Gonzaga, Fernando Caruso, Paulo Carvalho e Vitor Sarro. Munido apenas de microfone, o quarteto apresenta monólogos de humor baseado em fatos do cotidiano. Direção dos autores (90min). 14 anos. Estreou em 10/1/2007. Teatro das Artes (457 lugares). Rua Marquês de São Vicente, 52, 2º piso (Shopping da Gávea), Gávea, ☎ 2540-6004. Quarta e quinta, 21h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (qua. e qui.). Cc: M e V. Cd: M e V. IC. Estac. (R$ 6,00 por duas horas). Até dia 23.

PORTUGAL É AQUI!, de Diogo Portugal. Ex-integrante do programa Zorra Total e participante do quadro Stand Up Nosso de Cada Dia, no Fantástico, o comediante curitibano radicado em São Paulo traz ao Rio seu monólogo de humor. No palco, o artista explora sua versatilidade, interpretando tipos como a manicure Marlene Marluce Catarina, o porteiro Ediomar, a ex-prostituta Pamela Conti, o lutador de jiu-jítsu Bomba e o office-boy Elvisley. Direção do autor (75min). 12 anos. Estreou em 6/1/2012. Teatro do Leblon ? Sala Tônia Carrero (200 lugares). Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, ☎ 2529-7700. Sexta e sábado, 23h. R$ 50,00. Bilheteria: a partir das 15h (sex. e sáb.). Cc: D, M e V. Cd: todos. IC. Estac. (R$ 7,00 por três horas). Até dia 25.

Fonte: VEJA RIO