Comer e Beber 2011

Os Melhores steak tartares do Rio

Selecionamos quatro estabelecimentos destacados pelo guia Comer e Beber 2011

- Atualizado em

steeak.jpg
(Foto: Redação Veja rio)

Prato de sabor único confeccionado com carne moída, o steak tartar tem como origem a culinária francesa. Por aqui, há quatro restaurantes, todos especializados em culinária europeia, que servem os melhores steak tartares da cidade, de acordo com o Guia Comer e Beber 2011. Listamos eles abaixo para você se deliciar!

ADEGA DO PIMENTA. Frequentador assíduo da casa de Santa Teresa, inaugurada pelo alemão Holf Pfeffer (cujo sobrenome, em português, que dizer "pimenta"), William Guedes comprou o negócio após a morte de seu fundador só para mantê-lo do mesmo jeito: salão pequenino, revestido de madeira, cartazes de marcas de cerveja, canecas e garrafas de aguardente de vários cantos da Europa. No cardápio há receitas tradicionais, servidas em porções fornidas. O steak tartar (R$ 24,50), acompanhado de cinco tipos de pão de centeio, ou o misto do pimenta, que combina cinco salsichas (R$ 19,80), valem a investida para começar. Depois, prove o joelho grelhado com batatas coradas e queijo parmesão (R$ 46,00), para duas pessoas. Sexta, sábado e domingo são dias de feijoada alemã, receita de feijão-branco, legumes, kassler, lombo, linguiças e salsichas, além de arroz (R$ 36,00, para dois). Encerra bem o percurso o clássico strudel de maçã (R$ 9,00). A filial na Praça Tiradentes abriu as portas em fevereiro de 2011. Rua Almirante Alexandrino, 296, Santa Teresa, ☎ 2224-7554 e 2242-4530 (42 lugares). 12h/22h (sáb. até 20h; dom. até 18h). Cc: todos. Cd: todos. ⑥ (c/restrição) ↔; Praça Tiradentes, 6, Centro, ? Carioca, ☎ 2507-5293 (85 lugares). 12h/20h (sex. até 21h; sáb. até 17h; fecha dom.). Cc: todos. Cd: todos. ⑥ (c/restrição) www.adegadopimenta.com.br. Aberto em 1984. $

LE VIN. Com duas bem-sucedidas filiais cariocas, uma em Ipanema e a outra na Barra, a empreitada paulistana oferece cardápio dedicado à culinária francesa tradicional. Chef executivo da rede, Marcilio Araújo é responsável por uma das melhores versões para o steak tartar (R$ 46,00) da cidade, servido com batatas fritas perfeitas. Da ala mais consistente, uma boa sugestão é o cassoulet, receita clássica que consiste num cozido de feijão-branco com carne suína, pato desfiado e legumes, aromatizado por ervas (R$ 44,00). O coelho assado ao molho de mostarda Dijon e batata gratinada (R$ 58,00) também é escolha acertada para o prato principal. Encerre com creme brûlé (R$ 15,00). Rua Barão da Torre, 490, Ipanema, ☎ 3502-1002 (60 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. até 23h). Cc: todos. Cd: todos. Estac c/manobr. (R$ 10,00). Couvert: R$ 8,00 no almoço; R$ 10,80 no jantar (individual). Avenida das Américas, 4666, Boulevard Gourmet, loja 152 (Barra Shopping), ☎ 2431-8898 (118 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 1h; dom. até 23h). Cc: todos. Cd: todos. Estac. no shopping (R$ 2,00 a primeira meia hora). Couvert: R$ 8,00 no almoço; R$ 10,80 no jantar (individual) www.levin.com.br. Aberto em 2007. $$$

MIKE'S HAUS. De ambiente despojado e dotado de uma bela carta de cervejas feitas na Alemanha, terra natal do proprietário Michael Wanke, nascido na Bavária, o endereço tem ares de barzinho. Simples como todo o resto, no entanto, o cardápio merece a visita. A porção de kassler aperitivo (R$ 19,90 ou R$ 25,90, com salada de batata) serve de entrada ou companhia para uma das vinte cervejas alemãs disponíveis, além do chope brasileiro Röter Premium (R$ 5,00). Depois, escolha entre especialidades como steak tartar (R$ 31,90), goulash (picadinho de carne de vitela com páprica e spätzle, macarrão frito; R$ 23,90) e misto alemão, uma combinação de cinco tipos de salsicha, kassler, leberkäse (bolo de carne), frikadellen (almôndega de carne), salada de batata e chucrute (R$ 70,00). Esse último serve três pessoas. Rua Almirante Alexandrino, 1458, loja A, Santa Teresa, ☎ 2509-5248 (70 lugares). 12h/0h (sex. e sáb. até 2h). Cc: A, D e M. Cd: todos. www.mikeshaus.com.br. Aberto em 2000. $

A POLONESA. Com paredes brancas, teto baixo e os mesmos prestimosos garçons trabalhando por lá há décadas, é o único representante da culinária polonesa na cidade. Sugestão: comece o pedido pela sobremesa. O delicioso suflê de chocolate (R$ 27,00, para quatro pessoas, e R$ 19,00, para duas) demora para ser preparado, portanto deve ser a primeira escolha. Garantida a ala doce, são bons abre-alas a tradicional sopa de beterraba (R$ 13,00) ou o filé tártaro, o popular steak tartar (R$ 49,00). Entre os pratos principais, o carro-chefe é o estrogonofe de filé-mignon (R$ 49,00), mas há achados menos conhecidos no cardápio. Dois deles são a língua defumada ao molho madeira (R$ 28,00) e o goulash (ensopado de carne com cenoura e páprica, R$ 36,00). Todos esses pratos são acompanhados de arroz e batata sautée e servem duas pessoas. As sardinhas polonesas defumadas servidas com salada de batata com alface, tomate, pepino e beterraba (R$ 32,00) também valem a visita. Rua Hilário de Gouveia, 116, Copacabana, ☎ 2547-7378 (70 lugares). 18h/0h (sáb. a partir das 12h; dom. e feriados 12h/23h; fecha seg.). Cc: D, M e V. Cd: todos. Couvert: R$ 11,90 (porção). (☎ 4003-2665). Aberto em 1948. $$

Fonte: VEJA RIO